Taaaania @ 20:43

Dom, 13/02/11

É uma grande interpretação da senhora Natália, é bem verdade. Mas o filme é demasiado previsível, parado, repetitivo e enfadonho. E depois, a histeria à volta do mesmo é tão grande que por momentos pensei que se tratava verdadeiramente de uma obra prima. Não me parece. É um filme de grandes interpretações. Para mim nada mais.

 

 

 

 

The Fighter é outro que tal. Demasiado previsível, envolvente na interpretação do senhor Cristiano, que era verdadeiramente um drogado. Daqueles pedrados que vemos a arrastarem-se pela rua. Maravilhoso.

Mas também é só isso. Mais um filme de pugilistas, baseado numa história real outra vez (borinnnnnnnng!), com um final bonito para se sair feliz do cinema.

 

 

 

 

E pronto. A coisa vai avançando e este ano ainda não vi o meu filme dos óscares. Isto anda fraquinho. A ver se anima com o 172 horas, O discurso do rei ou o Indomável.

 


Tags:

Sousa @ 11:11

Seg, 28/02/11

 

vi os 2 no cinema e...tenho a mesma opinião que tu! se não fosse a interpretação da Natalie aquilo era um filme banal, até porque não sou grande fã de ballet... Quanto ao Bale realmente mereceu o óscar que na madrugada de hoje recebeu...e a mamã também!

mais sobre mim
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

15
16
17

21
22
25
26

27


Pessoal porreirinho que já pôs cá os pés
Córaxão?!
Estão nem mais nem menos do que...
online
blogs SAPO