Taaaania @ 14:27

Dom, 30/09/07

Eu tenho dois cães. E já tive gatos. Com os cães, o máximo que consigo fazer é chamá-los quando andam à solta e eu os quero colocar nas casotas. Eles até obedecem... Sobretudo quando já estão cansados de tanto correr e querem é que eu os deixe em paz!

A minha cadela também faz a habilidade de, quando eu lhe digo para ela ir ver quem é, ela corre pelas escadas abaixo à procura de alguém (este foi o único truque que eu a ensinei a fazer!) De resto, é só mimo...

Quanto aos gatos, apenas os ensinei a usar a caixa de areia. E o Kiko, a dada altura, fartou-se da caixa e começou a utilizar os vasos das plantas - lá devia achar que a terra era mais fofinha...

 

Mas com um porco, nunca pensei que se pudesse ir tão longe!

 

Depois de ter visto Um porquinho chamado Baby e a(s) respectiva(s) sequela(s), A teia de Carlota e esta maravilha, não sei se me apetece continuar a comer carne de porco. É que ele abana o rabo e tudo como um cão, para demonstrar satisfação!
Da próxima vez, no mínimo, tenho de imaginar que estou a comer um porco parvo, pouco habilidoso e daqueles que só comem e dormem todo o dia...

 


sinto-me:


Taaaania @ 20:33

Sab, 29/09/07

Hoje é sábado. Começou a chover. Já estamos no Outono. Este é o meu post número 69.

Conclusão...

                         - vou mudar os ares aqui do estaminé!

 

Não sei se foi uma escolha acertada, mas já estava a começar a ficar farta do outro. Optei por este novo template (quem me vir até parece que percebo muito disto...) mais claro e transparente por causa das pedras. São pedras zen, daquelas que se usam nos spas e centros de massagem e que recebem aqueles nomes muito originais para convencer as pessoas que não são pedras como as outras... estas têm propriedades terapêuticas e purificadoras, porque vêm das montanhas Kili Fajokui, lá para os lados asiáticos, de uma qualquer terrinha que ninguém conhece mas que agora também não vem para o caso. E o pessoal acredita... É um espectáculo...

 

Mas as pedras são mesmo para eu atirar quando estiver naqueles dias em que me passo! Por enquanto são 6 e vamos ver se daqui a um bocado não atiro aquela pequenina ao mister... deixa lá ver como ele se porta...

 

   




Taaaania @ 19:46

Sex, 28/09/07

Não é por querer ser do signo Balança porque até gosto do meu signo... Sou Peixes, o signo da sensibilidade emocional e artística, dos aluados, dos sonhadores e daquelas pessoas que vivem com a cabeça nas nuvens e um pezito no chão... Não gostava de ser diferente do que sou, por isso ainda bem que nasci em Março!

Também não é por ser Outono, até por esta ser uma estação algo nostálgica e tal... eu até gosto porque começa a dar vontade de vestir aquelas camisolinhas aconchegantes e ficar embrulhada no sofá com uma manta a ver um bom filme... e outras coisas que tal...

 

 

É mesmo por causa disto:

 

 

E também por causa disto:

 

 

 

E ainda por causa disto (dela levam com o vídeo da nova música No one, porque ainda não a postei aqui!) :

 

  

Com tanto tempo para lançarem Cd's, com tantos meses no ano, depois de um certo marasmo, tinham de se decidir todos pelo mês de Outubro?
Como não faço anos em Outubro, 'tou literalmente f****a...
Eu sei o que vocês vão dizer: nunca ouviste falar de downloads? Eu sei, mas há artistas dos quais faço questão de ter os originais, muito direitinhos, com todas as fotos e com a qualidade toda que eu e eles merecemos... Já tentei a parte dos adiantamentos natalícios, mas ainda ninguém caiu nessa...
 



Taaaania @ 10:41

Qui, 27/09/07

American Gangster promete ser um daqueles filmes que prendem o espectador à cadeira. Tem como protagonistas o senhor Denzel Washington e o não menos senhor Russel Crowe e o realizador é o não menos famoso Ridley Scott, que deve ter um fascínio qualquer com o Russel, porque não há filme que ele produza em que o mal-humorado não entre!
A história é baseada em factos reais (são sempre os meus filmes preferidos, estes que têm um fundinho de verdade e que nos levam a reflexões talvez um pouquinho mais profundas) e conta a ascensão do império do senhor da droga - o primeiro preto dos EUA que, nos anos 70, utilizou os soldados regressados do Vietname para introduzir a droga no país, de seu nome Frank Lucas  e interpretado por Denzel (não fosse ele preto! que piada mais fatelinha...) - e o detective Russel que quer desmantelar esse mesmo império... é que o gajo ficou mesmo rico... não sabia que a venda de droga enriquecia as pessoas... mas parece que é verdade...
Não sei o que digo mas parece-me promissor!
Por isso, vamos esperar pela estreia para ver se realmente vale a pena!
Até lá, animem-se e vão ver O gang do Pi ou Declaro-vos Marido e marido... Que querem que vos diga?!?!
  

 




Taaaania @ 19:50

Qua, 26/09/07

que me vai dar outro bloqueio cerebral?!?!

 

Oh pá, mas não pode...

 

Estou quase quase a chegar às 5000 visitas, esse número tão maravilhoso. Por isso, tenho que fazer um post bem bonito que é para a visita número 5000 continuar iludida que vale a pena cá vir todos os dias, aí umas dez vezes por dia, para ver se esta mente tão pouco brilhante já postou mais alguma coisinha de jeito.

 

Tenho de me despachar...

Já só faltam 50 visitas!

Socorro, não consigo dizer nada de jeito...

Porque é que quando uma pessoa quer fazer coisas especiais elas nunca acontecem? E quando menos esperamos fazemos aqueles textinhos maravilhosos que até pensamos: "será que fui mesmo eu que escrevi isto? ou foi algum escritorzeco de meia leca que reincarnou em mim durante cinco minutos e deu asas aos meus dedos?"

Não estou a conseguir...

Não estou a conseguir...

E o tempo a passar...

E não estou a conseguir...

**dass*!

Desisto!

Bem-vindo número 5000...

 

Volta sempre....

 

E os outros também, claro!

 

Não fiquem tristes!

 

Continuem a tentar; pode ser que sejam o 6666...

 

Se entretanto isto ainda durar...

 

Raio de bloqueio...

 

O tempo passa...

 

E não saiu nada de jeito...

 

Fui!

 

 

P.S. Se não for pedir muito, peço à visita 5000 que deixe o seu comentáriozito... Obrigadinhos...

 

 




Taaaania @ 14:14

Ter, 25/09/07

Cá estou eu de volta, após um longo período de incubação de ideias parvas, estúpidas e desnecessárias. Mas, afinal, é dessas mesmas ideias que vive o meu bloguezinho... portanto, o mundo internáutico de certeza que se ressentiu desta minha relativamente longa e parva ausência...

A verdade é que não consegui mesmo ter nenhuma daquelas minhas ideias absurdas que os meus benévolos leitores (acabei de fazer uma citação de Almeida Garrett, Viagens na Minha Terra, só para vocês verem o quão o meu cérebro se desenvolveu nestes quase cinco dias!) tanto gostam... Eram 3, havia dias em que acontecia um cataclismo e chegavam mesmo a ser 4 e houve um dia em que cheguei aos 5 leitores (que loucura!) mas não sei se acredito muito nessa teoria... Agora, infelizmente, são só 2 porque um deles já desistiu; nunca mais apareci e ele teve de se virar para aqueles blogs de senhoras que efectuam trabalhos muito apreciados pelo sector masculino, se é que estão a ver do que falo...

Portanto, para ti e para ti, cá vai o meu post sobre "como-as-coisas-nem-sempre-são-aquilo-que-parecem-à-primeira-vista-e-nós-costumámos-julgar-tudo-mesmo-sabendo-que-podemos-estar-a-cometer-uma-grande-injustiça!" 

 

Primeiro o vídeo, depois as considerações:

 

 

 

A começar por agradecer à minha maravilhosa amiga Dani que me enviou esta maravilha por mail e que eu decidi publicar. Muito obrigada por teres funcionado como o meu desbloqueador mental - não sei como teria conseguido sem ti!

Como viram nos desenhos, tudo começa por uma ligeira impressão que às vezes fazemos das pessoas. Olhamos para uma determinada cara e pensamos: 'esta moça é boa gente'; ou então: 'este magano tem a mania'... Nunca falamos com eles, só roçamos ligeiramente o nosso braço nas suas camisolas mas já nos sentimos no direito de fazer estas conjecturas. O pior é quando acertamos na mouche. E a moça é mesmo porreirinha e o magano tem mesmo a mania que é bom.

Então aí, sentimo-nos verdadeiramente poderosos, como se fôssemos muito melhores do que eles e lá sai da nossa boquita o famoso 'mas quê? a mim nunca ninguém me engana'

Muitas vezes não damos oportunidade ao desenhador de cada uma das vidas que pulula no planeta Terra para revelar o desenho maravilhoso que há dentro de si. E vai daí, cometemos aquelas injustiças do costume - eu, então, sou perita a fazê-las!

Tudo isto para dizer que se, por um acaso, roçar o meu braço na camisola de alguém um destes dias, vou fazer um esforço para não fazer juízos de valor acerca do ser que se cruzou na minha vida por esses três segundos... Não vá eu pensar que se trata de uma senhora que se põe em poses menos próprias e afinal não passa de um lindo passarinho (foi o desenho que mais me impressionou no vídeo, estava mesmo curiosa para saber o que é que ia sair dali!)

Absolutamente genial! E este já deve estar a ser um dos mais longos posts que escrevi... A esta altura o meu leitor número dois já adormeceu...

 

 




Taaaania @ 17:30

Qui, 20/09/07

 

 

 

 

Às vezes dá-me estas ideias de génio...

Mas pronto, é só às vezes, infelizmente... 

Grande Bob Dylan! Sempre em forma e até me deu aqui uma mãozinha (literalmente!)

 




Taaaania @ 10:39

Qua, 19/09/07

As coisas mais maravilhosas da vida são aquelas que são verdadeiramente simples.

 

  • beber uma meia-de-leite a escaldar num dia de Inverno;
  • comer um gelado ao fim da tarde num dia de Verão;
  • pisar relva fresca, acabadinha de cortar;
  • receber um elogio quando menos de espera;
  • deixar-se levar pelo vento quando este está furioso;
  • oferecer um sorriso a alguém;
  • acariciar um cabelo fofo;
  • sonhar de olhos bem abertos;
  • dormir sem medo do futuro;
  • conhecer alguém que nos vai marcar a vida para sempre;
  • pintar um sol numa folha de papel com um grande sorriso;
  • descobrir uma carta perdida no fundo de um baú;
  • cortar o cabelo;
  • soltar aquela gargalhada;
  • tomar um banho sem fim;
  • esquecer-se das horas;
  • soltar uma lágrima de felicidade;
  • observar as nuvens no céu;
  • subir às árvores e ver o horizonte;
  • apreciar o arco-íris...

E ouvir a nova música de Tiago Bettencourt (ex-Toranja) agora a solo, que se chama Canção Simples:

 

 
 
E claro, fazes muito mais que o sol...



Taaaania @ 11:10

Ter, 18/09/07

São todos iguais...

Quer dizer, não é bem assim...

Há uns que são mais bonitos do que outros; uns são loiros, outros são morenos, uns são gordos, outros são magros, uns são bonitos, outros nem por isso, uns são gentis, outros são uns broncos, uns são engraçados, outros não têm ponta por onde se lhe pegue, uns são bondosos, outros são egoístas como sei lá o quê, uns são carentes, outros desperdiçam amor, uns são arrogantes, outros não têm personalidade, podia ficar aqui todo o dia, mas também não tenho tempo...

 

E, é claro, isto não é assim tão dicotómico: todos têm qualidades e defeitos (às vezes a proporção é que varia, ou seja, uns são muito defeituosos e os outros bons demais para serem verdade...)

 

Mas há um aspecto em que eles são iguaizinhos. É disto que eu estou a falar:

 

 

Não vi nenhum que não tenha torcido o pescoço ou que tenha desviado o olhar... É impressionante!  Será que as hormonas falam assim tão alto?!?!?! E claro, quando estão em grupo, então nem se fala...
(isto é apenas uma interrogação retórica, não espero resposta porque já a conheço de trás para a frente! Não fosse eu mulher!)




Taaaania @ 11:14

Dom, 16/09/07

Neste momento, gostava de ter as palavras certas para descrever o que se passou ontem à noite. Mas, sinceramente, acho que não consigo. Foi de tal forma intenso, emocionante e verdadeiro que as ditas como que evaporaram para mim e parece que tudo o que eu possa dizer não servirá para nada porque nunca revelará o que sinto na realidade.

 

Primeira parte com os X-Wife foi maravilhosa. Grande qualidade de som e os rapazes tocam que se fartam... Foi uma óptima forma de abrir as hostilidades e no fim da primeira música já tinham conquistado o público. Foi mesmo bom...

 

Para o David Fonseca, não consigo descrever em palavras. A quantidade de recordações que ele me trouxe à memória, os arrepios na pele (e não era mesmo do frio!) e a dor de garganta que hoje sinto de tanto ter cantado... apenas duas palavras para ele:

 

FAN     TÁSTICO

Fica o vídeo de um dos momentos da noite, que teve direito a bis e tudo:

I felt like a superstar...


música: Superstars, David Fonseca


Taaaania @ 16:03

Sab, 15/09/07

A caminho de Lourosa, essa bela localidade em terras de Santa Maria...

Faltam uma horinhas para o big concert de logo! Já há algum tempo que não falo muito alto ou muito tempo seguido, que é para poupar a voz para logo, claro...

Não vá o David não perceber que eu lá estou e não ter tempo de me dedicar uma musiquinha... E bem que podia ser esta:

 

´

música: Hold still, David Fonseca


Taaaania @ 18:23

Sex, 14/09/07

Quero cantar assim!!!!!!

 

Chama-se KT TUNSTAL e este é o novo single do último trabalho Drastic Fantastic. E claro, tem mesmo a capacidade de, neste momento, não me sair da cabeça. É agora que chega a hora de pedir aos meus queridos e imensos leitores... (pausa para tossir...) (nova pausa para os únicos três desgraçados que cá vêm se rirem até cair para o lado !!!...!!!...!!!....!!!......!!!!....................!!!!!!!!!!!!!!!!.....................................!!!!!!!!!!!!!!!!!) que mandem a pérola para o meu mail, é fácil e não custa nada... Ou então, enviem os 16€50 que o álbum custa na FNAC, até é preço verde e tudo... Iam fazer uma alminha feliz, pensem nisso...  - estão ainda os três desgraçados a pensar (é desta! a gaja passou-se mesmo e anda nos drunfos...)
Para quem não está a ver quem é a moçoila, fica uma das suas músicas mais famosas (última tentativa para ver se finalmente convenço alguém...)
P.S. Tony Mahoney (remember that?) um grande beijinho de saudades para ti... Hmmmm... Não sei como me descobriste... A blogoesfera é tão grande e tão minúscula ao mesmo tempo... But you have always been a mysterious boy...



Taaaania @ 14:45

Qui, 13/09/07

Hoje o caminho mais fácil e mais óbvio de seguir seria insultar o mister Scolari e a selecção - porque não jogam nada, porque não conseguem sequer vencer uma equipa de terceiro mundo, porque não sabem perder, porque ninguém assume responsabilidades...

Mas não vou por aí. O que não falta na net hoje é posts dedicados a este assunto portanto...

Se estão à espera disto...

Podem ir andando, e obrigadinha pela visita...

Porque o tema de hoje é o Hi5...

Reconheço uma qualidade a este site: é mesmo possível encontrar amigos que já não vemos há anos, sobretudo os colegas da escola que entretanto seguiram rumos de vida diferentes e que até temos pena de não conviver com eles mais vezes.

Mas pronto. Eu fico-me por aí.

Porque depois tudo o resto é irritante. Sei que não posso generalizar mas aqueles fundos carregados de imagens brilhantes e cintilantes, cores berrantes, músicas que já não se podem ouvir, mil e uma maneiras de arquivar fotos, trezentas cores diferentes em apenas meia página, e mais vídeos, e mais fotos, e mais uma série de informações desgastantes é ligeiramente atrofiante para os meus olhinhos... 

Devo ser a única pessoa no Universo que ainda não tem um Olá Cinco Luminoso! Como é possível?  

E mais: a praga está a espalhar-se aos blogs! Esse antro de revelações pecaminosos (ou não!), esses diários internáuticos que tantas horas nos roubam começam a sofrer do mesmo mal... Há por aí umas figurinhas que acham mais importante enfeitar e decorar o blog com tudo e mais alguma coisa e esquecem-se que as pessoas só os frequentam para os ler ou ouvir... e não para saírem de lá direitinhos para o oftalmologistas porque um flash luminoso nos entrou pelo olho direito dentro...

 

 

 

P.S. Também descobri há pouco tempo que devo ser a única pessoa no planeta (é mesmo no planeta, podemos só excluir o continente africano porque essas coisas não devem chegar lá!) que NUNCA NA VIDA COMEU UM DONUT'S!

 

 




Taaaania @ 16:30

Ter, 11/09/07

E por vezes as noites duram meses
E por vezes os meses oceanos
E por vezes os braços que apertamos
nunca mais são os mesmos
E por vezes

encontramos de nós em poucos meses
o que a noite nos fez em muitos anos
E por vezes fingimos que lembramos
E por vezes lembramos que por vezes

ao tomarmos o gosto aos oceanos
só o sarro das noites não dos meses
lá no fundo dos copos encontramos

E por vezes sorrimos ou choramos
E por vezes por vezes ah por vezes
num segundo se envolam tantos anos.

 

David Mourão-Ferreira

 

 




Taaaania @ 10:27

Seg, 10/09/07

  1. Decoro coisas parvas. Anúncios de TV ou de rádio; números de telefone do mecânico ou do carpinteiro; matrículas; caras de pessoas estranhas; músicas que detesto ouvir entre outras coisas que fazem muito bem para estimular o cérebro...
  2. Falo sozinha. E canto sozinha. Sobretudo no carro... E vocês não imaginam o que mais eu faço no carro! Não tem nada a ver com isso, suas mentes preversas, é mais comer tudo e mais alguma coisa em andamento, mesmo sabendo que no final o carro fica imundo. Para além disso, tenho o vício maravilhoso de ir sempre a reparar nas matrículas dos outros carros, sobretudo nas letras, com as quais construo palavras: imaginem que vai um 34-21-PR à minha frente; sou logo capaz de dizer que vai ali o Presidente da República.... QUE PARVOÍCE, ATÉ A MIM ME ENERVA...
  3. Não consigo adormecer sem ter a TV ligada. E ainda tenho a capacidade mais fantástica de a desligar de madrugada, já quase de manhã, sem abrir os olhos. Isto também deriva da minha capacidade sensorial de já ter decorado os botões do meu comando, evidentemente...
  4. Tenho tiques estranhos a comer. Não é em relação à comida do prato mas aos pequenos snacks ou aos chocolates. Por exemplo, se vou comer um Bounty, não o faço como uma pessoa normal - sim, porque só uma anormal como eu faz estas coisas... Então vai daí e como primeiro todo o chocolate que envolve o côco, para no final comer o côco isoladamente! Isto tem ciência, não se pode dar duas dentadas e engolir tudo de uma vez. Eu gosto de saborear (e claro, tenho um trauma muito grande!!) Ah! E quando como canja com letras, estou horas à mesa a construir palavras, como uma criança do 1º ano que acabou de aprender a juntar as primeiras letras...
  5. Bebo trinaranjus de maracujá e bebidas de maçã, apesar de os achar excessivamente amargos - eu sei, esta nem merece comentários...
  6. Detesto café. Provoca mau hálito e amarelece os dentes, o que para mim é dramático... Mas adoro rebuçados de café, gelados de café, bolos de café, bombons de café...
  7. Tenho tendência para gostar dos chamados "anti-ídolos". Se o mundo do desporto admira R. Federer, eu aprecio R. Nadal. Se toda a gente gosta do Schumacher na F1, eu prefiro o F. Alonso. Se o mundo venera L. Armstrong, eu adoro Ian Ulrich. Se o planeta idolatra os U2, eu acho-os ultrapassados... And so on, and so on... (deve ser a mania do contra, como diz o meu pai...)
  8. Uso as coisas até à exaustão. Se gostar de um par de calças ou de umas sapatilhas, por exemplo, esqueço-me que tenho alternativas e ando sempre igual. O mesmo acontece com um DVD ou um CD (desgraçado do auto-rádio do carro!). Esta é provavelmente a minha mania que mais irrita a minha mãe... Porque será?
  9. Leio jornais e revistas da última para a primeira página. E já tentei fazer o mesmo com livros, embora tenha desistido para aí à terceira página porque é difícil encontrar o início de cada frase (no coments...)
  10. Observo criteriosamente as mãos dos homens. Não para ver se roem as unhas ou se estão limpinhas, mas para observar os traços e as linhas que as definem... O que é que querem? É sempre importante... Ou então não, pronto...

São mais. Muito mais. Mas como quis fazer uma lista, achei o 10 bonito - 9 é pouco e o 11 é um número desfavorável. Foi só por isso...

 



mais sobre mim
Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12

17
21
22

23
24



Pessoal porreirinho que já pôs cá os pés
Córaxão?!
Estão nem mais nem menos do que...
online
subscrever feeds
blogs SAPO