Taaaania @ 14:08

Dom, 30/12/07

Bem, tenho que aproveitar enquanto ainda estou em destaque para deixar ficar aqui as minhas baboseiras, para ver se mais alguém ainda me lê!

 

 

Pois então chegou a altura em que o pessoal decide olhar para trás e ver o que o ano lhe trouxe. Nunca gosto de o fazer. Sou daquelas pessoas que nunca esquece o que lhe aconteceu mas que também não vive das recordações ou das boas memórias. Gosto de caminhar, caminhando...

O 2007 foi melhor que o 2006. A vida voltou ao normal.

 

 

Mês mais feliz: Fevereiro, mês em que o meu pai teve alta definitiva do IPO depois de seis meses passados a lutar contra uma leucemia. Neste momento, encontra-se bem e sem vestígios da doença, embora não se possa considerar totalmente curado. Vive um dia de cada vez e eu vivo com ele. Foi depois de descobrir a doença do meu pai que a minha vida mudou. Passei a dar valor a conceitos abstractos como saúde ou felicidade...  Às vezes é preciso que a vida nos dê uns certos abanões para guardarmos só o que é bom de guardar.

 

 

Mês mais triste: Agosto, em que tive de tomar decisões difíceis. Mas que acabaram por valer a pena. O que era da vida senão houvesse momentos de insegurança para recuperarmos a confiança em nós mesmos?

 

Momento inesquecível: A compra do meu carrinho... Foi mais uma das boas conquistas!

 

Melhor decisão: Ter criado o meu blog em Junho. Já me deu grandes alegrias, já me permitiu conhecer pessoas fantásticas e descobrir outros mundos secretos bem interessantes...

 

Desejos cumpridos: Nem por isso... Ficou muita coisa por fazer, muita decisão por tomar, muitos mundos por conquistar e muitos sonhos por concretizar.

 

Sonhos para o próximo ano: Abrir o meu próprio negócio; ser novamente destaque do Sapo (eh!eh!eh!); ter a minha própria casa (este é mesmo sonho...); levar uma vida mais saudável, comer menos doces e se possível fazer exercício físico (vais lá, vais...) ; ganhar finalmente coragem e força de vontade para conquistar o mundo que me rodeia... O resto deve vir por acréscimo!

 

   

E pronto, fiz o meu balanço e não caí! Fica o desafio, a todos que me visitarem, de fazerem o vosso próprio... Até que é um bom exercício de memória...

 

Felicidades para todos!

 

 

 

 

 




Taaaania @ 16:05

Sab, 29/12/07

Ontem, com toda aquela emoção, até me esqueci de contar as novidades. Ainda por cima, tive mesmo sorte porque, como fui destacada numa sexta-feira, vou ter direito a estar assim todo o fim-de-semana.

Confesso que ainda tenho de perder um tempinho a actualizar os meus links, porque descobri estaminés bem simpáticos. E também tenho de responder a todos os comentários individualmente. Têm sido imensos e muito simpáticos. A partir de hoje, não me volto a queixar da falta de comentários. Sei que quando o destaque desaparecer, me vou poder voltar novamente a queixar. Mas não o farei. Porque já tive de facto direito aos meus minutos de sonho. E esses já ninguém me tira...

 

 

Bem, mas eu queria era falar desta época de felicidade para todas as mulheres: os SALDOS! Há duas alturas no ano em que as mulheres ficam felizes, mas mesmo felizes: Os saldos de Inverno e os de Verão... Ah e tal, que fútil...

Não sou, mas deve ser genético. Está provado cientificamente (ou então não...) que as mulheres possuem o crmossoma XY0 referente às compras. Os homens têm só o XY, para o futebol... Espera, eu também tenho este...

 

 

Pronto, então ontem começaram os saldos. Mas foram fraquinhos. Poucas lojas aderiram. Vai daí (até me passaram as dores nas costas) que lá tive de aproveitar a minha hora de almoço para comprar o tal casaco, o dito do qual já falo há não sei quantos dias, ou semanas ou lá o que é...

 

 

E COMPREI! Bem lindo, na Mango. E esta é a dúvida existencial de hoje: como é que cabem tantas mulheres na Mango?!?!?! Não sei... Sei que estive uns 20 minutos à espera para experimentar umas calças (acabei por desistir porque nunca mais saía de lá) e mais uns 45 para pagar.

Valeu a pena?! Tudo vale a pena quando a carteira não é pequena!! eh!eh!eh! (uma vénia ao senhor Pessoa de quem sou grande fã...)

 

 

 




Taaaania @ 19:10

Sex, 28/12/07

Hoje é caso para dizer... FONIX!!!!

 

 

Uma pessoa sai de casa de manhã cedo, descansada da vida, a achar que vai ser mais um dia banal e depois regressa com dores nas costas e cheia de frio quando se recebe uma novidade destas...

Eu, Tânia, rapariga simples, que um dia sonhou que ia fazer um blog, tive direito a ser considerada digna de destaque no Sapo...

 

 

Ainda estou incrédula! Para além das visitas terem crescido consideravelmente, consegui chegar aos 10 comentários. Agora já não tenho desculpa para me continuar a queixar... Eu gostava era de fazer o meu discurso à Hollywood... Aqueles longos e enfadonhos, para agradecer ao cão da vizinha que me inspirou naquele dia e à tia da prima do meu noivo por ser tão despassarada... Mas vou passar isso tudo à frente!

 

 

Deixo apenas o meu carinho a todo o pessoal que, devido a este destaque, resolveu perder uns minutos hoje aqui no meu estaminé! Espero que não tenham ficado muito desiludidos com os meus devaneios que às vezes são... digamos... PARVOS!

 

Aos outros, àqueles que me lêem desde o primeiro dia (ou quase!), já não quero saber mais de vós porque agora tenho outros fãs...

Vá, mentira, brincadeirinha! Quero dizer-vos que é sobretudo por vocês que me dá gozo publicar certos posts e continuar nesta aventura...

 

 

 

P.S. Como poderia eu passar sem agradecer ao Wally?!?!?!? Acho que foi ele que me permitiu este passo de gigante... Wally, thanks man!!!!  

 

 

 




Taaaania @ 17:12

Qui, 27/12/07

Lembram-se do Wally? O pessoal da minha idade, nascidos nos maravilhosos anos 80 lembram-se de certeza... Por isso, procurem-no! (não se esqueçam de clicar na foto para a ampliar!)

 

 

 

 

Para além de ser uma bela maneira de passar o tempo, não foi apenas por isso que cá coloquei a foto. Tudo tem razão de ser, né? E olhem que o Wally não é esta moça aqui da frente que está com o algodão doce, ok?

 

 

 

 

É mesmo porque se avizinha a época mais deprimente de todo o ano. É verdade. O ano novo. Porque é que não se pode comemorar como uma outra qualquer véspera de feriado? Não sei!!! Mas para mim é apenas isso: mais uma véspera de feriado, onde alguns fingem ser felizes e os outros os tentam acompanhar!

 

 

O Natal, esse gajo fixe, ainda é simpático... Há presentes, a família reúne-se e teoricamente nesse dia pensa-se um bocadinho nos outros, para além de se comemorar o nascimento de outro gajo porreiro, o Jesus (ai se a minha mãe via isto!)

 

 

 

 

O Reveilhão não... Para mim não tem ponta por onde se lhe pegue! É tudo caríssimo, o pessoal nas estradas fica louco nesse dia, anda tudo bêbedo (pronto, um copito também descontrai e tal mas tudo o que é demais...), não tenho roupa especial para essas ocasiões, o que para mim seria uma dor de cabeça ter de arranjar à última hora um trapito especial, e depois sentir-me obrigada a andar com um sorriso colgate mesmo que tenha a alma negra...

 

 

 

 

Naaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa...

Eu passo!

 

 

 

 

 

 

 

 




Taaaania @ 11:04

Qua, 26/12/07

Merry Christmas Mr Lawrence, Sakamoto Ryuichi

 

 
 
 
 
Meus lindos amigos, enquanto lêem o meu textinho, ponham o Sr Sakamoto que bem vale a pena ouvir à medida que o texto corre e as palavras se atropelam...
Então, supostamente hoje já deveria estar a trabalhar mas tive direito a esta manhãzinha de folga. No entanto, de tarde, lá terei de voltar ao trabalho e só voltar a parar novamente para a semana. Confesso que a minha vontade não é nenhuma, mas lá terá de ser...
 
 
Entretanto, cá fica o balanço de mais um Natal. Correu tudo bem. Muito bem. Tudo divertido, bem-disposto e feliz. As prendas foram bem generosas.
Para além dos meus óculos, prenda para mim própria com a ajuda da minha mummy, cá fica a lista exaustiva dos meus presentes natalícios: 
 
 
* um nécessaire e um pijama da Minnie bonito, bonito.........................................
* um perfume cheiroso
* umas luvas só com um dedo que já namorava há tanto tempo
* o Cd da Alicia Keys a moça canta que se farta...
* duas camisolas, uma laranja e uma roxinha
* muitos chocolates, que despachei logo para a família com muita rapidez antes que a tentação me atingisse...
* só fiquei com as trufas da Hussel, que essas não partilho com ninguém por serem de categoria!!!!
* e pronto, nada de jogos de banho, nem de lençóis, nem de panos de cozinha nem mesmo acessórios para a suposta nova casa...
 
 
 
Mas a verdade é que ainda não estive com as tias. Mesmo assim, espero que tenham a delicadeza de trocar tudo por notas de 20 euros... ou de 5, pronto!!
 
 
 
 
 
 
 
 



Taaaania @ 12:03

Seg, 24/12/07

 

 

 

Olá...

 

 

 




Taaaania @ 10:25

Dom, 23/12/07

Tudo isto a juntar a Mitch Fatel dá nestes cinco minutos de puro riso... I'm very funny...

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
P.S. Afinal, ainda há homens que gostam de seios pequenos...
 
 
 
 
 
 
 

Tags:


Taaaania @ 12:25

Sab, 22/12/07

Entro numa perfumaria para comprar um after-shave para o meu irmão e, em vez de receber uma amostra de perfume feminino, se lembram de me dar uma amostra de um novo gel contra a celulite...

Segunda parte da humilhação: vou à menina (esta não foi muito feliz...) para embrulhar e ela pergunta se é para homem! 

 

 

 

Eu sabia que havia de estar quieta...

 

 

 


Tags: , ,


Taaaania @ 10:57

Qua, 19/12/07

Querido Pai Natal vermelhinho e fofo:

 

 

 

 

Decidi escrever-te uma carta este ano. Ainda por cima aberta, porque adoro este conceito. Não me lembro se alguma vez te terei escrito alguma, sinceramente acho que sim. Na minha infância, dizem que passava o tempo todo a ler ou a escrever. Antes de o saber fazer, fingia que o fazia. Por isso, algures aí na Polónica (foi assim que o R. ontem te descreveu!) já deves ter o meu registo.

Como diz a canção, tu que vês e sabes tudo, sabes que eu já te perdoei todas as maldades que me fizeste no ano passado. Quase não vinha a tempo de comer o meu bacalhauzito com polvo, quase receei não ter Natal, quase me apeteceu chorar por temer o pior. Mas depois tiveste medo. Quando eu te ameacei, lembras-te? Apesar de ter sido triste, estivemos todos juntos, e por isso te escrevo este ano, porque te perdoei...  

Este ano não te vou pedir nada. Só há pouco tempo comecei a perceber o que era o Natal. Ontem quando disse à A. que haveria um dia, daqui a muitos anos, em que ela perceberia o que era verdadeiramente o Natal, ela soltou aquela gargalhada maravilhosa que só ela tem. E eu sorri com ela. Porque esta ingenuidade não tem preço. E fez-me lembrar todas as vezes em que também eu sorria quando pensava no Natal.

A menos que surja um contratempo muito grande nestes próximos dias, terei o Natal que pedi no ano passado, e tu sabes do que falo... Por isso, gostaria de te agradecer. Sei que neste momento toda a Polónica está numa azáfama para que este meu singelo mas enorme desejo se concretize, por isso não quero que te percas a ler mais uma infindável carta. Este ano vou reciclar papel e podes ler directamente aqui no meu blog, mais um dos presentes bons que eu própria construí no ano passado.

No fundo, as coisas maravilhosas da nossa vida são aquelas que construímos com as nossas próprias mãos, com os nossos medos, as nossas emoções e o nosso desejo secreto de mudar o mundo, quanto mais não seja aquele mundo secreto que todos nós possuímos...

 

 

 

Um beijo,

 

 

Tânia

 

 

 

 

 

P.S. Claro que se puderes, no entretanto, enviar qualquer coisinha boa aqui para o "je", o pessoal agradece... 

 

 

 

 

 


Tags: ,


Taaaania @ 19:04

Seg, 17/12/07

Hoje pensei que tinha chegado o dia em que ia andar à porrada com alguém. Pronto, não estou a contar com aquelas coisinhas parvas que às vezes fazíamos com as amigas ou colegas na escola. Falo mesmo desta minha fase quase adulta - sim, porque a criança dentro de mim parece que cresce a cada dia que passa... e então no Natal, Jesus...

 

 

Pronto, para vos descansar, e depois de todas as vezes que eu vos conto os meus problemas no trânsito, não foi por causa do carro...

Tentem lá adivinhar...

O que poderia levar a Tânia a quase partir para a violência física com uma respeitável senhora de cinquenta e tal anos?!?!?...

Pois está claro...

 

UMA CASA DE BANHO PÚBLICA!

 

 

Eu adoro o Natal. E as prendas. Eu confesso. Sou uma gaja materialista. Não tenho nem nunca tive problemas em confessá-lo. Adoro, adoro, adoro. Mas também sou daquelas pessoas que não precisam de muito para ser felizes. Gosto das coisas simples, aquelas prendinhas que só se podiam comprar para a Tânia e não para uma outra pessoa qualquer, estão a ver o estilo?!?!

Espera, estou-me a desviar um bocadinho do assunto...

 

Voltando...

 

Nunca deixo as minhas prendas para a última hora. Às vezes com quase um mês de antecedência já tenho tudo comprado, ou pelo menos bastante idealizado na minha cabeça. Este ano não. Percebi ontem que ainda não tinha comprado nada, absolutamente nada, para ninguém. Nem mesmo para mim. O que, diga-se não é nada normal!

De maneiras que decidi que hoje, na minha hora de almoço, ia aproveitar para fazer aquelas comprinhas mais essenciais: para o gajo, para a mãe, talvez para o irmão...

 

(nunca mais chego ao raio da história...)

 

E fui.

Cheguei ao shopping e, como sempre, estava aflitinha para ir à casa-de-banho. Eu tenho horrores de casas-de-banho públicas, só vou nas últimas. Mas diga-se que já estava mesmo nas últimas, E tive de ir.

Os homens meus adorados leitores não estão bem a ver como é uma casa-de-banho feminina. As mulheres fazem filas, não sei de onde sai tanta gaja e tanto líquido... Adiante, este foi de mau gosto.

 

Entrei. 3 senhoras à minha frente. Em fila. coisa maravilhosa...  Toca de esperar (convém relembrar que estava mesmo aflitinha, mas mesmo mesmo...) Logo atrás de mim entra a tal senhora respeitável do alto dos seus cinquenta e tal anos. E coloca-se atrás de mim. Até aqui tudo normal.

 

Lá vão as senhoras à minha frente, e coisa e tal, quando fica vaga uma das casas-de-banho e era a minha vez. Pois que a VELHA, que se lixem lá as boas maneiras, desata a correr à minha frente. Mas era a minha vez. E eu estava aflitinha. Mas aflitinha mesmo. Mesmo mesmo.

Vai daí que me passei. E praticamente aos gritos disse-lhe, ainda num tom relativamente suave, "desculpe, mas eu estava à sua frente". Eu, como gazela alta que sou, basta dar três passadas para alcançar a VELHA de respeitosos cinquenta e tal anos.

 

Então não é que a encarquilhada desata com a maravilha "já não há respeito pelos mais velhos!" Mas o que é isto?!?!?!

 

Posso só dizer que tive de a empurrar ligeiramente, e teve sorte de ser ligeiramente, mas fui à frente dela. Enquanto ela ficou a esparrear do lado de fora.

 

E lá soltei satisfeita o meu chichizinho. Que felicidade...

 

 




Taaaania @ 19:01

Sex, 14/12/07

No outro dia apresentei três propostas apetitosas para receber de prenda de Natal... pronto, foi brincadeirinha, mas até que foi engraçado!

 

Hoje vou deixar as propostas proibidas de oferecer a quem quer que seja... A quem quer que seja MESMO!!

 

 

 

As raparigas em idade "dita casadoira" percebem-me neste momento... Porque é que todas as tias acham que nos vamos casar, que precisamos de armazenar toalhas e que já vai sendo tempo de o fazer?!?!?

 

 

 

Estas são de golf, mas incluem-se no lote as famosas raquetes de ténis and so on... Diga-se que meia branca... PLEASE, DON'T!!!!

 

No entanto, e só um pequeno parênteses, estas para mim até que já serviam... Mas é uma das minhas pancas...

 

 

 

É de muito mau gosto... Tanto doce bom para se comer...

 

 

 

Por razões óbvias...

 

 

 

É de muito mau gosto (parte II)... Tanta coisinha boa para ler...

 

 

 

 

Demasiado intoxicante...

 

 

 

Pronto, foram só agumas dicas... As novas recomendações que me possam surgir entretanto seguem num post perto de si... Foi bonito!

 

 

 

 

 


Tags: ,


Taaaania @ 18:30

Qui, 13/12/07

... ou este já é o quarto post que eu publico hoje?!

Tudo esprimidinho, dá para aí 0,01 centilítros de sumo da marca Seja estúpido, agora que já está com muito menos trabalho, dedique o seu tempo a fazer posts sobre coisa nenhuma...

 

 

 




Taaaania @ 18:12

Qui, 13/12/07

Nós vivemos na sociedade do dois em um. A sério, é mesmo verdade. Começou pelo shampô. Lembro-me tão bem da primeira vez em que surgiu em Portugal o primeiro shampô dois em um, contendo na sua fórmula mágica o aliciante amaciador. Bem, pensando melhor, até nem me lembro, mas é para parecer culta...

As coisas evoluíram de tal maneira que agora já nem se chama amaciador, mas antes condicionador! A vida já não é o que era...

 

 

Depois os chocolates - olha o Bounty; e o Kit Kat, embora tenha quatro pauzinhos, eu sei (e tenho provas científicas) que na fórmula inicial eram só dois pauzinhos e depois, claro, toca a dobrar a fórmula...

 

 

Depois os cereais. Reparem que agora não basta só ter cereais para juntar ao leite: as caixas agora oferecem barras desses mesmos cereais pra criar vício no consumidor.

 

 

A peste maior foram os supermercados. Leve uma garrafa de lixívia e nós oferecemos-lhe uma garrafa de cianeto para concluir o trabalho que pode não ter corrido muito bem da primeira vez; compre dez pacotes de bolachas, nós oferecemos o décimo primeiro; compre um queijo fresco, nós oferecemos um outro já ressequido... ressequido existe? tenho dúvidas...

 

 

A última parte desta saga maléfica chegou também às pessoas:

- Faz um filho, recebes umas boas doses de dor de cabeça... (quem me ouvir ainda pensa que eu tenho filhos... não é verdade, mãe, não é verdade...)

- Arranja um namorado, recebes uma desilusão;

- Conheces a mulher da tua vida, descobres que ela afinal já foi um gajo;

- Apaixonas-te à primeira vista, quando chegas perto perdes a ilusão;

- Pensas que ganhaste um amigo verdadeiro, ele trai-te com a tua melhor amiga;

- Cruzas-te com um desconhecido na rua, logo de seguida tens um déjà vu de uma vida passada com ele... pronto, este foi forçado mas podia acontecer...

 

 

Hein?! Parecia um post parvo no início e, agora que acabou, parece-me ainda mais parvo... 

 

 




Taaaania @ 15:28

Qui, 13/12/07

Manuela Moura Guedes a cantar Encosta-te a mim, ontem numa de mais uma daquelas galas que a TVI tanto gosta de inventar...

Acho que vou ter pesadelos, pelo menos, durante a próxima semana...

 

 

 




Taaaania @ 15:19

Qui, 13/12/07

Estou triste, muito triste, zangada com vocês... Não falem comigo... Até estou com aquela carinha de Bambi que as mulheres fazem tão bem...


Tags:

mais sobre mim
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15

16
18
20
21

25

31


Pessoal porreirinho que já pôs cá os pés
Córaxão?!
Estão nem mais nem menos do que...
online
subscrever feeds
blogs SAPO