Taaaania @ 10:54

Seg, 28/02/11

Acho que foi provavelmente a pior cerimónia de todos os tempos. Foi demasiado mau. Cheguei a adormecer, o que não é de todo vulgar, eu até costumo aguentar-me sempre sem pestanejar. Foi péssimo. E de cada vez que mostrava o senhor Hugh Jackman eu pensava mas-por-que-raio-escolhem-agora-sempre-pessoas-que-não-percebem-do-assunto-quando-o-homem-do-ice-tea-era-perfeito-para-o-cargo? Salvou-se a aparição do Billy C., a relembrar como deveriam os óscares ser comandados por pessoal talentoso para a comédia e para surpreender o pessoal.

Em relação aos prémios, uma sensação um pouco diferente. Ao contrário do que às vezes é notório noutras pessoas, não sou nada apologista de surpresas nos prémios. Quem merece deve ganhar e mais nada. Assim, muito bem para os actores (sobretudo para o Colin e o Christian), para o melhor filme, que vi ontem e que, de facto, entre tudo o que estava a concurso e que já vi, era realmente o melhor, a par do Inception, claro. Mas era fruta a mais para o Nolan. Depois de tantos prémios, ninguém roubaria a glória do King's Speech.

Ah! E os vestidos das moças também sempre nos mesmos estilinhos rançosos. Eita gentinha secante. 






Taaaania @ 23:04

Qua, 23/02/11

 

Na altura (2007), lembro-me qu toda a gente falava nesta maravilha, mas deixei-o passar no cinema. Aliás, nem sei se por cá chegou a passar nas salas ou passou directamente para dvd.  Agora, a fazer zapping, bati nele e que maravilha de filme. Adorei. Que grande grande banda sonora. Ainda tenho as músicas na cabeça. Vou já sacar o soundtrack :)


Tags: ,


Taaaania @ 10:53

Qua, 23/02/11

Peço muita desculpa aos Coldplay, que nunca vi ao vivo e que adorava ver, mas então não é que o senhor Brandon Flowers me facilitou a tarefa e decidiu aparecer no SBSR, e ainda por cima no dia dos The strokes e Elbow?! Ó pá, isto é que foi saltar no carro de contentamento logo pela manhã...

 







Taaaania @ 11:19

Sex, 18/02/11

Eu deveria estar a corrigir testes.




Taaaania @ 15:01

Seg, 14/02/11

Não há cá dia dos namorados para ninguém. Primeiro acordei com uma dor de garganta terrível, estou a ficar fanhosa e não quero ir trabalhar esta semana. Depois, do querer ao fazer vai um grande esticão por isso toca a tirar o cu da cama que tens de ler um livro para a oral de quarta feira. E vais trabalhar até às oito da noite. Depois, mais logo, quando chegar a casa, vou vestir o meu pijaminha peludo, sentar-me à lareira com dois pares de meias quentinhas, chazinho e ranhoca no nariz. Não há cá lingerie sexy, nem camisa de dormir de cetim preto que está um frio do c*r*lh*.

Em contrapartida, fomos almoçar juntos e comi tarte de maçã de sobremesa. O meu namorado evoluiu para esse estado de marido. E eu ainda gosto muito dele. E pronto, basicamente é isto o amor. 




Taaaania @ 20:43

Dom, 13/02/11

É uma grande interpretação da senhora Natália, é bem verdade. Mas o filme é demasiado previsível, parado, repetitivo e enfadonho. E depois, a histeria à volta do mesmo é tão grande que por momentos pensei que se tratava verdadeiramente de uma obra prima. Não me parece. É um filme de grandes interpretações. Para mim nada mais.

 

 

 

 

The Fighter é outro que tal. Demasiado previsível, envolvente na interpretação do senhor Cristiano, que era verdadeiramente um drogado. Daqueles pedrados que vemos a arrastarem-se pela rua. Maravilhoso.

Mas também é só isso. Mais um filme de pugilistas, baseado numa história real outra vez (borinnnnnnnng!), com um final bonito para se sair feliz do cinema.

 

 

 

 

E pronto. A coisa vai avançando e este ano ainda não vi o meu filme dos óscares. Isto anda fraquinho. A ver se anima com o 172 horas, O discurso do rei ou o Indomável.

 


Tags:


Taaaania @ 18:35

Sab, 12/02/11

Parabéns ao meu pai. Que hoje faria 67 anos.




Taaaania @ 10:13

Ter, 08/02/11

O nosso divertimento actual é contar o número de vezes que o raio da música do Pingo Doce toca em cada intervalo.




Taaaania @ 23:14

Seg, 07/02/11

Ele anda aqui a arrastar-se, armado em vítima. Ai que estou tão doente, ai que estou constipado, ai que vou morrer. É chazinho e canjinha porque o menino está com o pingo no nariz. Quase quase que ficava com o coração mole e o deixava sentar-se mesmo ao pé da lareira. Ou então não, pronto, que o amor é muito bonito mas à lareira sou sempre eu, dasse.

E, para além disso, espero cair na cama e adormecer na hora. É que se ele já ressona como um javali em dias normais, agora com o nariz entupido há-de ser bonito.




Taaaania @ 10:32

Dom, 06/02/11

Só mesmo o nome. Matou-me o sonho de conhecer Barcelona. Aquela não é a minha cidade. É um mundo degradante, podre, feio e obscuro, como todos os subúrbios das grandes cidades turísticas são. O Javier em grande. A fazer-nos sofrer com ele cada pedacinho da sua vida que dava para o torto. Demasiadas vezes lá se soltava um f*da-se, que aquela merda era dura de se ver. E depois fez-me ter muitas, muitas saudades do meu pai, o meu carvalho.

 

 

 

É por isso a não perder. E já só me devem faltar aí uns dez filmes que quero apaixonadamente ver em menos de um mês. Que esta coisa de deixarem as grandes estreias para os dois primeiros meses do ano tem muito pouco de feliz.

 

 


Tags:

mais sobre mim
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

15
16
17

21
22
25
26

27


Pessoal porreirinho que já pôs cá os pés
Córaxão?!
Estão nem mais nem menos do que...
online
subscrever feeds
blogs SAPO