Taaaania @ 19:31

Dom, 11/03/12

 

e que puto magnífico! Que não se desperdice um talento destes!


Tags:


Taaaania @ 17:13

Sab, 26/11/11

Está-se à lareira, a beber uma meia de leite e a babar para cima da TVI porque está a dar o Australia.




Taaaania @ 10:54

Seg, 28/02/11

Acho que foi provavelmente a pior cerimónia de todos os tempos. Foi demasiado mau. Cheguei a adormecer, o que não é de todo vulgar, eu até costumo aguentar-me sempre sem pestanejar. Foi péssimo. E de cada vez que mostrava o senhor Hugh Jackman eu pensava mas-por-que-raio-escolhem-agora-sempre-pessoas-que-não-percebem-do-assunto-quando-o-homem-do-ice-tea-era-perfeito-para-o-cargo? Salvou-se a aparição do Billy C., a relembrar como deveriam os óscares ser comandados por pessoal talentoso para a comédia e para surpreender o pessoal.

Em relação aos prémios, uma sensação um pouco diferente. Ao contrário do que às vezes é notório noutras pessoas, não sou nada apologista de surpresas nos prémios. Quem merece deve ganhar e mais nada. Assim, muito bem para os actores (sobretudo para o Colin e o Christian), para o melhor filme, que vi ontem e que, de facto, entre tudo o que estava a concurso e que já vi, era realmente o melhor, a par do Inception, claro. Mas era fruta a mais para o Nolan. Depois de tantos prémios, ninguém roubaria a glória do King's Speech.

Ah! E os vestidos das moças também sempre nos mesmos estilinhos rançosos. Eita gentinha secante. 




Taaaania @ 23:04

Qua, 23/02/11

 

Na altura (2007), lembro-me qu toda a gente falava nesta maravilha, mas deixei-o passar no cinema. Aliás, nem sei se por cá chegou a passar nas salas ou passou directamente para dvd.  Agora, a fazer zapping, bati nele e que maravilha de filme. Adorei. Que grande grande banda sonora. Ainda tenho as músicas na cabeça. Vou já sacar o soundtrack :)


Tags: ,


Taaaania @ 20:43

Dom, 13/02/11

É uma grande interpretação da senhora Natália, é bem verdade. Mas o filme é demasiado previsível, parado, repetitivo e enfadonho. E depois, a histeria à volta do mesmo é tão grande que por momentos pensei que se tratava verdadeiramente de uma obra prima. Não me parece. É um filme de grandes interpretações. Para mim nada mais.

 

 

 

 

The Fighter é outro que tal. Demasiado previsível, envolvente na interpretação do senhor Cristiano, que era verdadeiramente um drogado. Daqueles pedrados que vemos a arrastarem-se pela rua. Maravilhoso.

Mas também é só isso. Mais um filme de pugilistas, baseado numa história real outra vez (borinnnnnnnng!), com um final bonito para se sair feliz do cinema.

 

 

 

 

E pronto. A coisa vai avançando e este ano ainda não vi o meu filme dos óscares. Isto anda fraquinho. A ver se anima com o 172 horas, O discurso do rei ou o Indomável.

 


Tags:


Taaaania @ 10:32

Dom, 06/02/11

Só mesmo o nome. Matou-me o sonho de conhecer Barcelona. Aquela não é a minha cidade. É um mundo degradante, podre, feio e obscuro, como todos os subúrbios das grandes cidades turísticas são. O Javier em grande. A fazer-nos sofrer com ele cada pedacinho da sua vida que dava para o torto. Demasiadas vezes lá se soltava um f*da-se, que aquela merda era dura de se ver. E depois fez-me ter muitas, muitas saudades do meu pai, o meu carvalho.

 

 

 

É por isso a não perder. E já só me devem faltar aí uns dez filmes que quero apaixonadamente ver em menos de um mês. Que esta coisa de deixarem as grandes estreias para os dois primeiros meses do ano tem muito pouco de feliz.

 

 


Tags:


Taaaania @ 18:47

Seg, 21/06/10

 

É uma maravilha de filme. A banda sonora com aquele Love will tear us apart dos Joy. A fotografia. A Rachel. E sobretudo o Eric Bana, que é uma delícia de homem e depois de actor, também. A história. O enredo. A forma como está contado. E aquele final. E acreditarmos que é um amor destes que queremos para as nossas vidas. E não me chamem lamechas, foi do melhor que já vi na vida, sem nunca roçar o piroso. Um espanto de filme.

 


Tags: ,


Taaaania @ 12:04

Dom, 06/06/10

 

mas ele deste não gostou. Também já começa a ser muita dose levá-lo sempre para filmes que ele depois não percebe. Para a próxima, deixo-o escolher um.

 

O Michael Cera é um actor do caraças. Ponto.


Tags:


Taaaania @ 17:16

Qua, 19/05/10

Anda toda a gente a falar do novo de Iñarritu, Biutiful, e eu aqui em pulgas para ver aquela que já foi considerada a melhor interpretação de sempre do senhor Javier Bardem. Ai quem me dera ter um jacto para ir até Cannes. 

 

 


Tags:


Taaaania @ 21:15

Qua, 10/03/10

É um grande filme. O Tom Ford, para primeira vez, saiu-se muito bem. Fala-nos das ironias da vida, daqueles sofrimentos que às vezes infligimos a nós próprios, da dor insuportável de ver perder alguém que se ama de verdade e não conseguir levar a vida adiante. Tem uma banda sonora à altura e aquele final mata qualquer um. Não chorei porque ando insensível, senão tinha chorado. Para além disso, a performance do meu beloved Colin Firth é qualquer coisa de poderoso. Vá, mulherio, se ainda não estão perfeitamente convencidas, babem. Este espanhol só aparece cinco minutos mas duvido que qualquer mulher naquela sala tenha respirado durante esse tempo. Que guapo, chico!

 

 

 




Taaaania @ 20:34

Dom, 07/03/10

... ou seja, vou ali dormir umas horinhas para à 1h acordar bela e fresca!

 

 




Taaaania @ 11:56

Dom, 07/03/10

 

E também não consigo perceber como um dos filmes mais entusiasmantes dos últimos tempos, que nos obriga a rever mentalmente todos os pormenores do filme a partir do início, com um Leonardo que é um pãozinho sem sal de homem mas que é cada vez mais um actor de excelência, com um Scorsese apurado, pode esta pérola passar totalmente ao lado dos óscares. Tal como aconteceu com o meu amadíssimo Gran Torino. Pelo contrário espetam lá a porcaria do Avatar e do Distrito 9, que podem ser tecnologicamente avançadíssimos, mas que eu saiba a essência do cinema não é ver câmras xpto e animações 3-D. É deixar-nos de boca aberta, a pensar no que vimos, a sofrer, a rir ou a chorar com as personagens, não a ver se temos muitos efeitos especiais. Shutter Island é um prodígio.

Algo vai mal no reino da Dinamarca.  

 

 




Taaaania @ 13:23

Seg, 01/02/10

 

que já não tenha sido dito, e sim, é um espectáculo de filme, mas gostava de dizer que até eu, que nem sou muito fã, fiquei arrasada com o sorriso desarmante do  senhor Jorge. E era só isto. Obrigada.

 

 

 


Tags: ,


Taaaania @ 22:06

Qui, 07/01/10

Já estreou Where the Wild Things Are. E já ouvi dizer que se chora muito. Ai o que eu adoro chorar à custa de um bom filme.

Amanhã, e depois de duas tentativas falhadas porque, mesmo chegando uma hora antes do filme já estava tudo esgotado, vou finalmente ver o Avatar em 3D. Estava a ver que ia atingir a loucura do Titanic, que só consegui ver à 5ª tentativa (e não gozem que eu era uma teenager e o Jack era bem fofito). Depois conto tudo. Ou então não. Que isto nunca se sabe.

 

 


Tags:


Taaaania @ 21:46

Ter, 01/12/09

Enquanto não chega um dos filmes que mais tenciono ver, que me arrepiam cá todos os pelinhos dos braços, ando a deliciar-me com a banda sonora, entregue à senhora Karen O dos Yeah Yeah Yes acompanhada por miúdos. É a delícia das delícias.

 

 

 



mais sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Pessoal porreirinho que já pôs cá os pés
Córaxão?!
Estão nem mais nem menos do que...
online
subscrever feeds
blogs SAPO