Taaaania @ 21:47

Ter, 02/11/10

Precisava tanto de uma música assim mesmo tcharan para o vídeo do casório. Alguém? Please?

 

 


Tags:


Taaaania @ 10:43

Dom, 10/10/10

Day 8: A song that you can dance to

 

Podem vê-lo aqui que não é possível incorporar. Para além de começar logo a bater o pezinho, o videoclip ainda é um espectáculo.

 

 

Goldfrapp, Number One




Taaaania @ 14:43

Seg, 04/10/10

Day 07 - A song that reminds you of a certain event;

 

Foi a música da entrada na quinta do meu casório. Sempre que a ouço lembro-me de mim, sentada na limusine, com o padrinho com um alicate na mão para me cortar uma merda no vestido que se lembrou de saltar e de me fazer uma ferida no braço. Quando saímos, houve um brinde com mais um bocado de champagne (e quanto eu bebi, meus amigos!) e até que os convidados chegassem ao sítio dos comes e bebes, foi isto que se ouviu.

 

The Pogues, love you till the end

 

 

P.S.0. Não consigo colocar vídeo, aliás não há vídeo desta música, mas ide pesquisar.

 

P.S.1. É de lembrar que o tema do casamento era o cinema e portanto todas as músicas que passaram faziam parte da banda sonora de algum filme. Este era do P.S. I love you.

 

P.S.2. Este desafio era para ser feito em 20 dias, eu estou a contar fazê-lo em 20 meses, pois com certeza. 

 




Taaaania @ 18:42

Qui, 22/07/10

A song that reminds you of somewhere

 

Esta faz-me lembrar as minhas adoradas férias na costa alentejana, até agora o meu sítio preferido no mundo, nas quais este disco tocava com insistência. Teve direito a coreografia e tudo. Era uma felicidade.

 

 

The Killers, Read my mind

 

P.S. Eu praticamente podia responder a este desafio todo com músicas destes bebés. A ver se não caio na tentação.




Taaaania @ 11:08

Ter, 20/07/10

A song that reminds you of someone

 

Esta também é fácil. Faz-me lembrar a minha enorme amiga S. e os tempos em que passávamos os intervalos a cantar e a delirar com uns moços todos jeitosos que não eram da nossa turma e que nos pareciam tão inalcançáveis até ao dia em que bebi uma cerveja com o meu apaixonado daquela altura e ela só me gritava aos ouvidos com a alegria de me ver feliz. Foi com ela que passei a fase estúpida da minha juventude, sempre a achar que a vida eram só problemas e dramas e ninguém gostava de mim, até ao dia em que ele me convidou para uma cerveja :)

E nessa altura era isto que nós ouvíamos em repeat, ainda a inventar algumas partes da letra que na altura não percebíamos muito bem.

 

 

U2, Where the streets have no name

 




Taaaania @ 21:25

Seg, 19/07/10

A song that makes you sad

 

Esta faz-me lembrar a fase mais triste da minha vida, a que continua a ensombrar cada momento do presente e do futuro. Na altura que o meu pai morreu, fiz um post com ela. Era uma daquelas que tocava com insistência no meu rádio e acabou por ser um pouco um pronúncio do que se adivinhava. Todavia, não deixa de ser uma grande música e até foi bom recordá-la de novo. à sua maneira. Porque sempre que a ouço fico mesmo com uma sensação de vazio.

 

  

 

Death Cab for Cutie, I will follow you into the dark

 




Taaaania @ 12:01

Ter, 13/07/10

A song that makes you happy

 

Esta é mesmo muito fácil.

 

 

 

Diabo na Cruz, Dona Ligeirinha




Taaaania @ 12:52

Seg, 12/07/10

Day 2 - Your least favourite song

 

Vou postar duas, daquelas que aos primieros acordes já eu estou passada:

 

 

 

Brandie Carlile, The story

 

 

e

 

 

 

Black Eyed Peas, I got a feeling

 

Devem ter sido as duas piores invenções da história e o pior é que, como sempre, pegaram em Portugal em força. São verdadeiros martírios.

 

 




Taaaania @ 14:45

Qui, 01/07/10

Corre por essa blogosfera fora um desafio todo catita, que já há muito tempo ando a tentar responder. Hoje, como é o início de um novo mês, a ver se consigo responder e animar aqui o estaminé. Então consiste em ir respondendo a uma série de perguntas com uma música.

 

Day 01 - Your favorite song;

 Day 02 - Your least favorite song;
Day 03 - A song that makes you happy;
Day 04 - A song that makes you sad;
Day 05 - A song that reminds you of someone;
Day 06 - A song that reminds of you of somewhere;
Day 07 - A song that reminds you of a certain event;
Day 08 - A song that you can dance to;
Day 09 - A song that makes you fall asleep;
Day 10 - A song from your favorite band;
Day 11 - A song that no one would expect you to love;
Day 12 - A song that describes you;
Day 13 - A song from your favorite album;
Day 14 - A song that you listen to when you’re angry;
Day 15 - A song that you listen to when you’re happy;
Day 16 - A song that you listen to when you’re sad;
Day 17 - A song that you want to play at your wedding;
Day 18 - A song that you want to play at your funeral;
Day 19 - A song that makes you laugh;
Day 20 - Your favorite song at this time last year.

 

Hoje, o dia 1, consiste em escolher logo a nossa música preferida. Não é fácil, é apenas uma das, mas cá fica (para além disso, apesar de haver momentos que nos apaixonámos por outras coisas, há sempre esta que me fica no coração):

 

 

 

Jeff Buckley, Lover, you should've come over

 

 




Taaaania @ 12:24

Sab, 27/06/09

Your Sexy Brazilian Name is:
Luciana Assunção
 
 
 
 
 
De maneiras que não gostei...
Desde quando Luciana Assunção é um nome sexy?!
E este biquini então... é de fugir...
é o que dá estar deprimida sem nada para fazer...
 
 



Taaaania @ 21:38

Sex, 05/06/09

ATENÇÃO: eu tenho muito que fazer. Mais do que isso, eu tenho muito que estudar porque, infelizmente para a minha cabeça cansada e preguiçosa, voltei à faculdade e tenho exame segunda. Mas eu tinha de publicar isto. Olhem bem para as gajas boas que estes caramelos dizem que eu sou parecida com. Ah pois, não é para todos. Está lá a Escarlet e a própria da princesa Ranheta, e a boa da escanzelada Guineta. Pronto, depois pus a minha foto privada, não fossem vocês começarem a mandar-me tomates (e também não percebo o que lá fazem as asiáticas, e quem são as figuras, mas isso são outros devaneios!). Mas estas coisas alimentam o ego das gajas, porra.

 

 

 

 


Tags: ,


Taaaania @ 10:21

Ter, 10/03/09

Pois que não teve piada nenhuma, porque o In. R me descobriu logo as mentiras com facilidade. Maldito sejas, seu desgraçado :p

 

Mas vamos a isso:

1. VERDADE. Nunca tive um acidente. No entanto, tinha carta para aí há um mês e vinha toda cheia de speed a desfazer a curva perto da minha casa. Consequência: a frente do carro foi toda, e o meu pai insultou-me tanto que eu devo ter chorado umas quatro horas sem parar. Mas também ninguém me tinha explicado que o carro não obedecia bem quando se vai a alta velocidade a desfazer curvas. Shame on me.

 

2. VERDADE Nunca andei de avião. Só de barco, de bicicleta, de carro, de metro, de combóio. Mas nunca de avião.

 

3. MENTIRA. Quando era miúda dormia com muitos peluches, aliás, acho que punha todos os meus peluches dentro da cama, a ponto de eu própria quase lá não caber dentro. Mas já há muito tempo que abandonei essa panca.

 

4. VERDADE. Não sei como funciona essa maravilhosa arte de pôr gasolina no carro. E entro em pânico quando estou nalgum local com pouco gasolina e as bombas são de self service. É que para mim aquilo é tão difícil, juro mesmo!

 

5. VERDADE. Felizmente ainda era um dente de leite, mas durante uns tempos andar com um dente da frente partido fazia com que não me risse com a mesma vontade. Que vergonha.

 

6. MENTIRA. Confesso que já conheci pessoas interessantes através da Internet, algumas com quem falo ainda mas que nunca conheci pessoalmente, muitas que me chegaram através do blog. Mas também me aparecem muitos tarados, que devem pensar que todas as raparigas do mundo andam à procura de um arranjinho pela net.

 

7. VERDADE. Aliás, esta já me aconteceu mais do que uma vez. Esta coisa de andar sempre a cantar dá nisto. E no carro então, ainda é pior.

 

8. MENTIRA. A única vez que me lembro de andar de saltos altos (assim bem altos) foi no meu baile de finalistas de 12ºano. Estava mais alta do que toda a gente na festa, e olhem que éramos muitos, fiquei com bolhas e derretida de cansaço, acho que tropecei em mim mesma várias vezes mas não torci o pé.

 

9. VERDADE. Não dava hipóteses. Do 5º ao 7º ano venci por três vezes consecutivas o concurso de quadras de S. João. Aliás, quando havia algo do género, as pessoas já diziam Olha, a Tânia vai ganhar. Ganhei também um que me permitiu conhecer cinco sobreviventes do Holocausto no 9º ano, que me deixou muito orgulhosa na altura por ter sido a nível nacional e ter representado o distrito de Aveiro em Lisboa.

 

 


Tags: ,


Taaaania @ 11:44

Dom, 01/03/09

Então, corre pela blogosfera, essa maluca, um novo desafio que anda a animar as hostes. Consiste em contar nove coisas sobre nós, tendo três delas de ser mentira. Depois cabe ao pessoal que por cá passa tentar descobri-las. Portanto cá vai:

 

1. Nunca tive um acidente de carro mas desfiz um todo no muro da minha própria casa.

 

2. Nunca andei de avião.

 

3. Durmo com um peluche desde miúda.

 

4. Não sei meter gasolina nos carros. Por isso, só vou a bombas com funcionários.

 

5. Já parti um dente da frente a andar de bicicleta.

 

6. Já me encontrei com um rapaz que conheci pela net.

 

7. Uma vez fui apanhada com uma amiga a cantar a plenos pulmões numa casa de banho pública.

 

8. Na única vez que andei de saltos altos na minha vida, torci um pé.

 

9. Ganhei por três anos consecutivos um concurso de quadras de S. João na escola.

 

 

Aceitam-se apostas. E espero que o pessoal que por cá passa também vá aderindo, que isto é bem castiço. Daqui por uns dias, publico as verdadeiras mentiras. E as falsas também :)

 


Tags:


Taaaania @ 21:45

Seg, 13/10/08

Em resposta ao Bad Dream, esse fofo, cá vai um pedacinho de uma música nova dos Keane, assim em jeito de desafio, para ver se ele chega facilmente à minha preferida e que acaba por retratar um pouquito da minha personalidade, eu reconheço. Então não é que eu sou daquelas gajas que moving com muito mas muito speed, que isto comigo nunca se sabe para que lado está a lua e se eu agora estou muito feliz daqui a cinco minutos já estou com aquelas trombas que só eu sei fazer, e depois vem a carinha de bambi, e depois a da má da fita ou a da desconfiada...and so on, and so on...

 

 

" moving at the speed of life
Reflecting in each others' eyes
But I'm moving with such irresistible speed..."

 

Não posso pôr o verso seguinte, senão chegas lá demasiado depressa. Não que não vás chegar na mesma. Mas pronto. Tinha graça que aquele teu amigo pudesse falar comigo sobre estas coisas. Mas ele é só giro. Não percebe nada de música. Nem bater palminhas sabe, o descoordenado...

 

Não sei porquê, mas sei lá. Acho que ele não vai gostar muito disto. Ai não não...

 

 

 




Taaaania @ 10:55

Ter, 20/05/08

Eu gosto de responder àqueles desafios parvos que correm na internet quando não tenho mais nada de interessante para contar aos meus queridos. Por isso, como fui desafiada pelo SPQMA, e como sou rapariga para não deixar ficar mal alguém que se lembrou da minha pessoa, cá vai.

 

Parece que vou ter de escrever seis coisitas que me caracterizem como pessoa passada e diferente dos restantes humanos. Pois cá vai:

 

1. Não frequento casas de banho públicas. Nunca. Em caso algum. A menos que esteja muito longe de casa e sem alternativas. E mesmo assim sou capaz de andar a aguentar umas horas e só na última é que lá terá de ser.

 

2. Tenho telemóvel mas não sei muito bem porquê. Não lhe dou nenhuma importância. E depois é ouvir as pessoas a dizer "mas eu liguei-te" ou "não respondeste à mensagem...". Não é por querer. Nem faço de propósito. Simplesmente para mim o telemóvel não serve para nada (a menos que eu esteja enrascada!)

 

3. Acho que esta já confessei há muito tempo atrás. Detesto café. Desde o cheiro ao sabor. Mas adoro os seus derivados: chocolates, gelados, bolachas, doces, rebuçados... enfim!

 

4. Gosto de andar de pantufas. O tempo não tem ajudado mas lembram-se daqueles dias apetitosos de calor que tivemos há uns tempos atrás? Pois é, era olhar para mim de manga curta mas de pantufas enfiadas (eu sei, deprimente...

 

5. À medida que fui crescendo, perdi aquelas manias todas que tinha em relação à comida, visto que quando eu era miúda era uma espécie de anorética (já que naquele tempo não se falava nestes termos pomposos!). Bem, corrigindo, diga-se que não comia nada, do género da minha mãe me fazer lanches lindos para eu levar para a escola primária e eu distribuí-los pelas amigas ou de os deitar fora às escondidas. Ela sofreu comigo, lá isso é verdade. E a única coisa que gostava era batatas fritas. Aí era feliz. Agora gosto de tudo que na altura não gostava: sopa, todo o tipo de peixe e outras coisa que tal. Só o bife de fígado é que ainda não me conquistou. Continua a esforçar-te, querido!

 

6. Os bichos, ahhhhhhhhh os bichos. São todos lindos para mim. Adoro desde o gato mais sarnento ao cão mais pulguento. Podia ser veterinária. Mas por outro lado não podia. Porque seria incapaz de vê-los sofrer.

 

E pronto, tá feitinho SPQMA. Desculpa lá o atraso mas ainda veio a tempo. Sei que tinha de nomear mais seis queridos para responder ao desafio. Mas não me apetece lá muito. por isso, quem passar por cá e tiver vontade, faça o favor de responder, não se acanhem.

 

 

 

 

P.S. Antes de me ir embora, quero só dizer que, ao contrário dos meus queridos e fofos amigos portistas, eu achei muito bem (leia-se: não achei bem, mas aceitei!) que o Porto tivesse perdido a taça. Não conheço ninguém que goste mais do FCP do que eu. Mas achei deprimente a falta de motivação, o desrespeito pelos milhares de adeptos que fizeram milhares de kilómetros para apoiar a equipa sem cessar, a displicência com que jogaram, a falta de carisma, de interesse e espírito ganhador. E depois é deprimente ver que, depois da pior exibição da época do Porto (o Nacional teve desculpa porque não havia nada em jogo!!!), se desculpe tudo com os erros do árbitro que, apesar de calamitosos, não fizeram mais do que acompanhar o estado de alma derrotista e arrogante das pseudo-vedetas do FCP. Aiiiiiiiii que tou nervosa. E chateada contigo, Lisandro. Nem tu? O cabelo fez-te mal...

 

 

 

 



mais sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Pessoal porreirinho que já pôs cá os pés
Córaxão?!
Estão nem mais nem menos do que...
online
blogs SAPO