Taaaania @ 13:47

Seg, 27/07/09

Lembram-se da minha saga do ano passado? Pois é, está de regresso.

Este ano a triplicar. Sim, porque com esta brincadeira não vou de férias, três casamentos num mês deixaram-me sem recursos e não vou passar de ir quatro dias a Madrid (lá fica Barcelona outra vez de lado... pfffffffff).

 

Bem, mas a saga é terrível. Eu sou gaja. Uma das cenas mais inerentes às gajas é a roupa. E as compras. Mas não é possível comprar três fatiotas (de lembrar que não é só vestidos, não esquecer acessórios e derivados). Portanto, para este primeiro vai o verdinho do ano passado. Que é já no sábado. Agora o que não vos digo nem vos conto foi a verdadeira saga em busca de umas sandálias. Que só ontem consegui arranjar já numa ida desesperada e sem esperança ao shopping. Abençoada ideia. E cá fica o meu reparo: senhores que mandáis nas modas, há gajas com quase dois metros que não sabem nem querem andar de tacão alto. Pode ser, sim? Coisinhas fofas e de saltinho raso, sim?

 

Muito agradecida. 

 

O problema é que o problema se mantém. Sim, porque dia 25 vem o da L. e do C. E para este não posso levar o verdinho, porque já foi visto por outros convidados. Por isso o repto é simples: tudo a correr aos shoppings de todo o Portugal à procura de um vestido giro e baratinho para a Tânia, sim? Ou então não, fiquem lá nas vossa vidinhas que eu cá sofro os meus desesperos de não arranjar um vestido munito.

 

 




Taaaania @ 12:47

Seg, 12/01/09

  • Para verem até que ponto o fanatismo futebolístico é real em minha casa, o meu irmão está neste momento em Angola, sem internet sem nada. Não manda mensagens a perguntar se as duas mulheres da casa, agora sós, estão bem ou para contar as suas aventuras e desventuras. Sms de hoje de manhã de madrugada (deve-se ter esquecido que aqui é menos uma hora e não está calor nem temos vontade de acordar cedo para aproveitar o dia): "Como ficou o Porto?"

 

  • O gelo é tanto por estas bandas que um senhor dos seus setenta e tal anos caiu hoje de mota cá na rua. E eu fiz a minha boa acção do dia quando o ajudei a levantar-se e lhe garanti que a mota não tinha nem um arranhão. A sua aflição comoveu-me.

 

  • Fui ver o último filme de Will Smith, "Sete vidas". O início até prende, gosto da confusão de não se estar a perceber nada mas às tantas é mesmo a coisa mais surreal que vi na vida: como é que um gajo daqueles (ah e tal, tudo bem que é saudável mas não abusem que nós não somos estúpidos!) consegue doar um pulmão, um rim, medula óssea, metade do fígado, ficar em coma com um ataque de uma medusa e doar o coração à mulher que ama para lhe salvar a vida?! Sem comentários.

 

  • Os Globos de Ouro confirmaram o esperado. Agora, Kate Winslet? Muito sem sal e expressividade para o meu gosto. Sei que a maioria dos filmes a concurso nem sequer estreou mas será que não havia mais nadinha interessante. E claro, como isto é um blog de gaja, cá fica a minha escolha como os vestidos mais bonitos da noite: 

 Eva longoria, a copiar o estilo da Heidi Klum no ano passado, mas filha, apesar de estares bem gira, ainda tens de comer muita sopita para chegares aos calcanhares da outra.

 

 

Apesar de sem sal, a Kate ia bela neste Saint-Laurent.

 

Depois cá vêm as mais mal vestidas. E tenho a dizer que a lista era vastíssima mas eu escolhi só três, para a humilhação, vá.

 

Jennifer, amiga, NÃO!

 

 Nem devo precisar de dizer nada.

 

 Este é um padrão belo para ir à caça, por exemplo. Serve optimamente de camuflagem. E com um irmão tão giro...

 

 

Quanto aos homens, não vi fotos do meu mais recente mais que tudo. Mesmo assim, e como nos homens não é fácil ser destacado, porque eles vão sempre todos iguais, cá fica um que por acaso ia bem bom. Sempre no seu estilo de bad boy. Irresistível.

 

 

 

 

 

 

 




Taaaania @ 18:20

Qui, 26/06/08

Eu sou uma rapariga stressada. Tou sempre stressada. Quando não tenho razões para stressar, invento-as. Eu não posso é viver sem stresses que me atormentam. Eu lá era capaz. Eu só funciono à base de nervos. E no entanto devo ser das pessoas mais calmas e deixa andar do mundo. Mas isso são as contrariedades típicas da existência feminina. Ah pois são!

Voltando ao título: a S. e o G. casam no próximo mês. Tão fofos que eles são. Tão felizes que vão ser. Mas isso agora não interessa nada para o caso. Ainda não é o tema deste post.

De maneiras que fui convidada. E pensam vocês: ah que bom foste convidada; ou então: e se fosses àquele sítio?! Mas que raio tenho eu a ver com isso?! Tendes todos razão, mas como o blog ainda é meu, têm mesmo de me aturar assim.

Ser convidada é giro; mostra que eles, por alguma razão, gostam da nossa presença. E isso faz qualquer um feliz. Mas eu, como gaja stressada, tinha de arranjar algum problema. Pois então, diga-se que foi o vestido.

Sim, porque eu fazia questão de ir de vestido. Apesar de ser branquela, e isso não abonar muito a meu favor, há que reconhecer, uma mulher alta quer-se com um vestido num casório. Ah pois quer. Que isto é um posto.

Depois de semanas incessantes em busca da preciosidade que tem como obrigação fazer com que eu brilhe, mesmo que seja só aos meus olhos (ahhhhhhh, bem me parecia que era isto que vocês estavam a pensar!), lá o encontrei. Diga-se de passagem que é lindo. E que me deu muito trabalho a encontrar...

Por isso, mulherio, livrai-vos de terem a brilhante ideia de me copiar o traje, se não quereis ver uma Tânia em fúria...

 

 

P.S. Para que tudo isto se entenda, no último casamento a que fui, tive a brilhante ideia de comprar o meu vestidito na Zara, (desta vez nao caí no mesmo erro!!!) que era por sinal lindo, barato e me ficava bem a matar. A minha prima, que por sinal ficou até na mesma mesa que eu, tinha um igual. Podeis rir agora. Eu, é que ainda estou traumatizada com o gozo que levei o dia todo...

 

 


Tags: , ,


Taaaania @ 19:40

Sex, 11/01/08

Já sei o que vocês vão dizer: ah, porque é invejosa, ah porque também queria, ah, porque as mulheres são todas iguais...

Pronto, nós somos invejosas e até a Eva que parece que era bem perfeitinha merecia, na sociedade actual, umas boas cuspidelas vindas da língua viperina das mulheres. É verdade e ponto assente.

 

Mas eu continuo na minha saga de querer fazer o Bem. Por isso, homens queridos que me visitam, abram os olhinhos para esta senhora:

 

 

 

 

 

 

Vocês não vêem defeitos porque gostam de acreditar naquilo que pensam que os vossos olhinhos vêem. Mas eu, como sou mulher, consigo ver mais longe. É que esta desgraçada é tão somente esta:

 

 

 

 

 

 

 

(e oferecerem-me um photoshop para eu me arranjar de manhã, hein?)

 

 




Taaaania @ 11:52

Qui, 01/11/07

Gaja que é gaja está sempre à espera de deslizes. Podemos fazer-nos de boazinhas e muito solidárias mas é tudo farsa! A menos que sejam amigas do peito (acho que a essas não desejamos maldades!) estamos sempre à espera que haja aquele deslize maravilhoso!!

Nós somos invejosas. Desejamos que uma mulher bonita (aliás, sobretudo se for bonita) se estatele no meio do chão, se suje toda com molho de cachorro, borrate a maquillage ou rasgue os collants.

Por isso, cá vai o meu momento catársico do dia: 'bora lá rir um bocadinho de modelos que se estatelam no meio da passerelle com milhões de olhos a olhar para elas naquele momento... Quem as manda acharem-se lindas e maravilhosas nos seus belos saltos altos?!?!?!

Do alto do meu quase 1m80 (1m77 para ser mais rigorosa!!), vivam as sapatilhas!

(confissão do dia: isto é só porque nunca usei uns sapatos de salto alto porque a bom rigor também nunca precisei deles... mas lá no fundinho até que sinto uma certa admiração por estas senhoras que conseguem equilibrar a sua massa corporal num salto alto e finíssimo...)  

 

 



mais sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Pessoal porreirinho que já pôs cá os pés
Córaxão?!
Estão nem mais nem menos do que...
online
blogs SAPO