Taaaania @ 10:12

Sex, 24/08/07

Bem, a primeira pergunta é o porquê do título deste post ser "Favores em cadeia". A resposta é mais ou menos simples. É o nome de um filme comovente, que até recomendo que vejam em DVD, com a companhia adequada e um bom doce a acompanhar se possível...eh!eh!eh!

Depois porque foi a primeira expressão que me ocorreu ao pensar nesta 'problemática'! Tenho a certeza absoluta que todos aqueles que são frequentadores relativamente assíduos de Internet já se debateram com este problema:

AS MENSAGENS CORRENTE 

 

Primeiro começaram a inundar-me o e-mail de mensagens com o rodapé "envia isto a dez pessoas e os teus sonhos vão se realizar" ou "envia a amigos que merecem receber esta prova de amizade" e coisas do género. Algumas reenvio porque têm piada ou porque realmente são giras de mandar aos amigos mais queridos. Mas não me iludo com estas coisas. E nunca acredito, mesmo quando as reenvio, que os meus sonhos se vão realizar - nesta altura deveria estar um pouquinho mais feliz do que estou! 

E agora, pensando bem, estas coisas já me chegaram a acontecer quando eu andava ainda no ciclo: não havia telemóveis nem computadores (sim, crianças, havia mundo antes de haver estas novas tecnologias e até éramos bem felizes, se querem saber...) mas a moda da carta estava na berra. E cheguei a receber cartas que depois me obrigavam a reescrevê-las a outras dez pessoas (no mínimo!), sob pena de ser castigada ferozmente.

Não tenho medo. E não me deixo escravizar pelo ALÉM - estou a desafiar o destino, ainda me vai acontecer alguma hoje...

Bem, mas tudo isto porque agora a moda chegou também aos blogs. Já fui nomeada algumas vezes para fazer umas tarefas muito interessantes, mas que nunca cumpri. E depois temos de nomear não sei quantos outros estaminés para que a corrente não se parta. E às vezes são coisas de tal forma idiotas que eu não sei quem e onde se vai buscar imaginação para tarefas tão desprovidas de nexo.

No entanto, como tudo na vida, há excepções. E agora corre uma a que eu até achei uma certa graça e que vou cumprir. Contudo, não vou nomear cinco outros blgs porque não sou assim tão sarcástica.

 

E a tarefa é a seguinte: 

  1. Peguem no livro mais próximo.
  2. Abram-no na página 161.
  3. Procurem a 5ª frase completa.
  4. Coloquem a frase no blog.
  5. Não vale escolher a melhor frase nem o melhor livro (usem OBRIGATORIAMENTE o mais próximo).
  6. Finalmente passem o desafio a cinco pessoas.

O primeiro livro que me veio parar à mão foi "A instrumentalina e outros contos" de Lídia Jorge que emprestei à minha mãe para ler. Mas este só tem 140 páginas - nada feito...

Depois "O memorial do convento" de José Saramago que estive ontem a folhear. Só que o homem, como sabem, não faz frases completas e, por isso, ia quebrar a 3ª regra básica do desafio - nada feito, parte II.

Finalmente peguei no livro "Há sempre um amanhã" de Pearl S. Buck - que não sei porque tem um título tão optimista já que aquilo é uma miséria e uma sucessão de tristezas que parecem não ter mais fim.

Bem, mas a minha frase é a seguinte:

«Gosto de ouvir passos», costumava dizer.

E pronto. está feito o desafio. Fiquem descansados os blogs que eu costumo frequentar que não vos vai acontecer nada...

Mas ficam-me a dever esta

 



mais sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

Favores em cadeia

Pessoal porreirinho que já pôs cá os pés
Córaxão?!
Estão nem mais nem menos do que...
online
blogs SAPO