Taaaania @ 12:07

Dom, 02/03/08

Resolvi fazer este post porque, no fundo, sinto que vos devo algo. Àqueles que cá vêm muitas vezes, que não caem aqui de para-quedas. Que vêm porque se habituaram a cá vir e alguns até porque gostavam. E para tirar o foda-se da primeira página, que já parece mal...

A verdade é que o meu mundo, o secreto e o real, se desmoronou. Não me lembro de chorar tanto, de sentir tanta raiva e tanta angústia, de sentir tantos sentimentos contraditórios ao mesmo tempo. De dizer a mim mesma que tenho de ser forte, que tenho de acreditar e de ter coragem para enfrentar a vida. Que tudo vai correr bem. Mas no fundo não o sentir.

Durante muito tempo fui feliz aqui. Todos viram as minhas parvoíces, os pensamentos estúpidos que saíram desta cabecinha, as alegrias que partilhei e as tristezas também. Embora estas tenham sido poucas. Porque, tal como escrevi há uns tempos atrás, não criei o blog para fazer dele um muro de lamentações, para vir para aqui carpir as minhas mágoas ou para chorar sobre o leite derramado. Nunca fui assim. E não é agora que o vou ser.

 

 

Por isso vou encerrar a tasca. Não sei se por muito ou pouco tempo, ou se é mesmo definitivo. A verdade é que me sinto a desaparecer aos bocados. Cada dia que passa me vejo mais enterrada nesta tristeza. Perdi a vontade de cá vir e também de espreitar as vossas vidas.

Vi que deixaram comentários, alguns também os deixarão a este post. E sei que me vão dizer que desabafar ajuda, que me faria bem. E eu sei disso. Mas não consigo. Neste momento a minha vida foi outra vez virada do avesso, e isso basta para ter vontade de desistir.

 

 

Vejo que as pessoas especiais continuam a cá vir, e por isso quero dizer-lhes que esta vivência foi muito boa, quem sabe uma das melhores da minha vida. Espero ganhar força e coragem para enfrentar a vida. E VOLTAR. E ajudar o meu pai a derrotar uma leucemia que tornou a toldar de negro as nossas vidas.

Quem sabe não voltarei a ser a miúda feliz e de bem com o mundo de outrora?*!

Obrigada por tudo e continuem a ser felizes...

 

 

 

 



Ângelo Cardoso @ 13:58

Dom, 02/03/08

 

essa é uma fase normal da vida, e sei que no fundo vais continuar a escrever. Pois este blog é algo que vem de dentro de ti, e não é uma cópia foleira de outro blog.

Não temos conversado, muito, nem eu tenho deixado muitos comentários, mas venho todos os dias ler o teu blog, pois gosto muito dele.

Força e vai à MAria e "comenta lá umas coisas asexuadas"

Anónimo @ 14:06

Dom, 02/03/08

 

Penso que és uma pessoa ponderada e saberás o que é melhor para ti...Imagino que devam ser momentos muito difíceis e de grande sofrimentos e angústia...Muita força e o teu pai vai recuperar,acredita e tenta manter um pensamento positivo e de esperança e tentar transportá-lo para o teu pai, porque ele vai conseguir....
Quando quiseres falar comigo sabes onde estou e como me encontrares...

maria @ 17:51

Dom, 02/03/08

 

Cheguei aqui agora.. e compreendo a tua decisão. Mas aqui fica um grande beijinho de força, e tens a porta aberta no meu cantinho..

Um beijo.,

Márcio Branco @ 00:20

Seg, 03/03/08

 

Por mais azares que se possa ter acredita que deixares de colocares post´s no teu blogue não é a melhor opção. Todos nós que temos blogues sabemos que o blogue é uma existencia de nós e através deles podemos dialogar, transmitir, rir e chorar.
Nesta fase menos boa não estás sozinha, estamos cá para te ler, ouvir e compreender :-)
Não sejas tu a encerrar a porta quando ainda existem pessoas que querem entrar :-)
Sê forte e pensamento positivo, continuaremos a vir cá :-)

Nuno @ 17:39

Seg, 03/03/08

 

Tânia, já acompanho o teu blog há muito tempo, por isso desconfiei logo que fosse esse o motivo...
Compreendo perfeitamente a tua decisão.

Mas não me vou embora sem dizer que acredito e faço força para que esse mau momento passe rápido e que nos voltes a alegrar com as tuas histórias!

Um grande beijo***

SPQMA @ 15:13

Ter, 04/03/08

 

Olá Tânia, desde que escreveste este post que não sei o que dizer, tenho pensado muito nisto estes dias.
De qualquer modo, deixo aqui a minha mensagem de apoio e desejos de que tudo se resolva e que o teu pai melhore rápidamente.
Quanto ao deixares de vir aqui escrever, não te vou dizer que fazes bem em desisitir ou se fazes mal. É uma coisa que tu mesma tens que decidir o que será melhor. Claro que se deixares de vir aqui vou ficar triste, visto que acompanho o teu "Mundo Secreto" à vários meses e gosto dos teus textos, assim como por vezes me consegues fazer rir e outras vezes me consegues fazer pensar em coisas que me passavam completamente ao lado.
Sempre que queiras ou precises de ler umas parvoices, vais ao meu "tasco" e podes sempre adicionar-me no msn.
Um beijinho e as melhoras do teu pai.

Anónimo @ 11:57

Sab, 08/03/08

 

Tenho saudades tuas...

Maria Ribeiro @ 14:03

Seg, 10/03/08

 

Olá Tânia, não tenho blog, mas de vez em quando visito os blogs preferidos. Hoje venho deixar-lhe um sorriso de esperança, se é que tal é possivel... Tambem já estive numa situação dessas, alías já estive nos dois lados; doente e com familiares doentes, confesso que prefiro estar doente. A impotência de ter alguém querido doente não se explica- vive-se e dóiiiiiiiiiiiii para caramba... Mas voçê tem de ACREDITAR NA VIDA até ao fim. ACREDITAR SEMPRE- TER CONFIANÇA SEMPRE, mesmo que ela já não exista. Sorria na frente do seu pai, mesmo que depois chore por trás, ele precisa do seu sorriso e voçê precisa dele. Foi por acreditar-mos que eu superei a minha doença, e hoje mando-lhe um sorriso de vida. Se precisar de desabafar com uma estranha que sabe ouvir venha até aqui : maria-cometa@live.com.pt

Ângelo Cardoso @ 16:49

Ter, 11/03/08

 

vamos lá....

toca a escrever novamente. è que se não escreves eu tambem não.

Crisálida @ 19:37

Qui, 13/03/08

 

Viva teu momento, amiga... Nós cá estaremos te esperando. :-)

Beijos e qualquer coisa pode chamar...

Lu

mais sobre mim
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


blogs SAPO