Taaaania @ 11:40

Seg, 13/10/08

Hoje, só por ser Outono, vou chamar-te "meu amor" 
Contra as regras do que somos, vou chamar-te "meu amor" 
Hoje só por ser diferente te encontrar 

É tanto o fado contra nós 
Mas nem por isso estamos sós 
E embora fique tanto por contar 
Hoje, só por ser Outono, vou... 

Entre dentes, entre a fuga, vou chamar-te "meu amor" 
Enquanto não se encontra forma, vou chamar-te "meu amor" 
Entre gente que é demais e tão pequena para saber 

Que é tanto vento a favor 
Mas tão pouco o espaço para a dor 
Só pode ficar tudo por contar... 
Hoje, só por ser Outono, vou... 

E há flores e há cores e há folhas no chão 
que podem não voltar... 
podes não voltar. 
Mas é eterno em nós 
e não vai sair... 

Desce o tempo e a noite vem lembrar que as tuas mãos também 
já não são de nós para ficar 

Por ser tanto quanto somos 
Certo quando vemos 
Calmo quando queremos 
Hoje, só por ser Outono, vou...

Outono - Tiago Bettencourt & Mantha





depois de ontem ter ouvido um "meu amor" que me derreteu...


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




mais sobre mim
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
17

19
22
23
25

26
28
29
30


subscrever feeds
blogs SAPO