Taaaania @ 17:30

Sab, 19/01/08

A pedido de muitas famílias (cof...cof...) e homens e mulheres desesperados por esse Portugal fora, está de volta a sensacional rubrica do Consultório sentimental.

O nosso primeiro caso de hoje é o seguinte:

 

 

 

 

    Minha querida G. P. de Leiria:

 

 Como eu percebo a sua situação... Quantas vezes já não me apeteceu pegar numas cobritas, umas lagartixas ou uns escorpiões para meter nos boxers de certas e determinadas pessoas que se cruzam na minha vida... 

 O problema é o seguinte: é totalmente verdade aquilo que a senhora pensa! Normalmente, essa estratégia costuma resultar. Mas então porque é que não resultou com o seu marido?! É que, tal como a senhora descreve com precisão, o problema do seu marido é o enferrujamento. E para o enferrujamento, a senhora tem de procurar um tipo de aranhas em específico, não pode ser qualquer coisa... Aconselho-a a procurar por aquelas pequeninas, brancas, que são (essas sim!) específicas para o problema concreto do seu marido. Boa sorte, amiga!! E depois escreva de novo a revelar a satisfação do seu marido... Ele deve andar radiante...

 

 

 

 Minha cara R.S.

 

Gostei das suas prioridades. Ele magoa-me. Quero que ele corte a pila. Pronto, e já agora, se não for pedir muito, será que vai doer? Não é que faça muita diferença mas pronto...

 

A cirurgia, como pode imaginar, faz-se em qualquer loja dos chineses. Eles têm lá cutelos especiais para namorados de senhoras sensíveis que não gostam do pénis grande do marido. Riscos não há! Excepto a possibilidade do seu namorado contrair uma infecção, que depois mais tarde se percebe que não tem antibiótico eficaz para a cura, e que acaba por cair por gangrena... Mas deixe lá, pelo menos nunca mais lhe vai doer!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Minha querida A. D.

 

 Este é um problema muito habitual. Nem imagina as cartas que eu recebo de todo o mundo de casais calorentos que em vez de aproveitarem o calor, decidem ir para uma banheira de água gelada. Não morna, não fria mas gelada. Agora realmente penso que pela primeira vez não a vou poder ajudar. E digo-lhe: pesquisei muito pra lhe responder. Mas realmente não consegui encontar resposta. Não percebo por que razão um homem cheio de calor, que aquece muito durante o acto sexual, não consegue depois ter uma erecção na água gelada. Se eu fosse a si, trocava era de namorado, que esse é um falhado!!!!

 

 

 

 

 

 

Obrigada a todos. Continuem a enviar as vossas dúvidas. (agora aqui que ninguém nos ouve, por que raio a porcaria da digitalização ficou a preto e branco?! Mau, mau...)

 

 

 

 

 




Taaaania @ 18:55

Sab, 05/01/08

Pois então... Ano Novo, Vida Nova. No meu caso, costuma ser Ano Novo, a vidinha de sempre. Mas decidi inaugurar uma nova rubrica aqui no meu querido estaminé. Não é por gozo pessoal, nem tenho intenções escondidas! É mesmo porque eu sou realmente boa pessoa, benemérita, sempre preocupada com os outros e o seu bem-estar!

 

Por isso, decidi ser eu própria a responder ao consultório sentimental desse ícone da sociedade portuguesa - a revista Maria. Isto porque eu acho que as respostas que estes leitores aflitos recebem nem sempre são dignas dos seus problemas. Por isso, hoje é o primeiro dia desta minha nova faceta.

 

O meu primeiro cliente é este:

 

 

   Meu querido Manuel Oliveira (tenho um palpite que é este o seu nome verdadeiro!) de Loulé:

 

A sua dúvida é deveras pertinente. Avançar ou não avançar?!?! Eis a questão... Realmente, o senhor tem de pensar nas repercussões negativas: então e se a operação corre mal e o pouco que tem desaparece? Ou então, se correr muito bem, como vai enfiar tanto material nas calças onde cabia tão pouco?! Ou então como vai explicar à sua mãezinha o acrescentado volume que lhe vai nascer no meio das pernas?! É que as mães vêem tudo...

Quero que saiba que o meu pensamento está consigo mas sinceramente, se fosse eu a si, não avançava...

 

Pense na felicidade que isso lhe pode trazer... É melhor não...

 

 

 

 

 

 

Bem, minha cara J.B. : com um nome desses a senhora só podia viver atormentada. Mas não se preocupe porque agora, com a minha ajuda, vai ver como tudo vai passar a fazer sentido... Ou então não... Adiante!

 

De facto a sua dúvida é bastante pertinente e a resposta é SIM! Claro que há maneira de saber... Acha que ele não vai perceber?!? Não se iluda! É óbvio que vai!

E as teias de aranha, o cheiro a mofo, e depois o cheiro a naftalina para proteger dos insectos, as próprias aranhas que podem andar por aí perdidos, a floresta espessa em que a senhora se deve ter transformado ao longo destes 13 anos...

 

Digo-lhe frontalmente que, se fosse a si, desistia! Tente levar uma relação platónica. Ou então não duvide que as teias de aranha do seu amado ainda devem ser maiores do que as suas. Boa sorte para a sua vida futura!!

 

 

 

Esta foi só mesmo por causa do título... Mas pronto, Dona L. (tou mesmo a ver que esta deve ser a Leopoldina!) não se preocupe... Desde que os objectos não sejam escorregadios e lhe vão parar sabe-se lá onde, mantenha as suas fantasias à vontade!

 

 

 

E pronto. Foram os meus três primeiros clientes. Com dúvidas existenciais pouco profundas porque eu ainda estou um pouco imatura a responder e não nos podemos esquecer que a vida destas pessoas depende do meu conselho...

 

 

Quero só deixar mais um pormenor a este belo post literário! Na continuação da minha pesquisa na Revista Maria, pude ler um artigo deveras interessante sobre "O pénis dele dá-lhe prazer?"

 

Gostava de informar os meus leitores masculinos, e claro as moças também porque afinal o artigo é para elas, que existem vários tipos de pénis: o baguette, o pepino, o antúrio, o pistola e o salsicha de cocktail. E para cada tipo de pénis, uma posição sexual adequada. Reflictam sobre o assunto e usufruam:

 

* Baguette - posição espriguiçadeira;

* Pepino - posição da tesoura;

* Antúrio - posição do ioga;

* Pistola - posição de missionário;

* Salsicha de cocktail - posição de encaixe.

 

 

 

Que post lúdico!!!! As coisas que eu não aprendo a ler a Maria...

 

 



mais sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Pessoal porreirinho que já pôs cá os pés
Córaxão?!
Estão nem mais nem menos do que...
online
blogs SAPO