Taaaania @ 18:35

Sab, 12/02/11

Parabéns ao meu pai. Que hoje faria 67 anos.




Taaaania @ 08:56

Qua, 17/11/10

faltávamos às aulas para irmos para o marmelanço para trás da faculdade, faltávamos às aulas para irmos para a praia no Inverno, jogávamos máquinas agarradinhos no shopping, tu ainda me oferecias flores, ríamos às gargalhadas, íamos aos chineses comprar escovas de dentes, passávamos as noites da queima sempre no recinto para passarmos mais tempo juntos, comíamos muitas francesinhas e eras tu que pagavas, íamos todas as semanas ao cinema, compravas-me gomas para me fazeres feliz, dizias que eu era a tua sereia, íamos de férias juntos, fazíamos quilómetros intermináveis no meu fiesta a cair de podre, empurravas-me o carro quando eu ficava sem bateria por me ter esquecido das luzes acesas, provocavas-me dizendo que a Sílvia era muito mais bonita do que eu, enfim, era um fartote.

Há-de continuar a ser.

Embora tu tenhas atingido os trinta.

E eu continue nos maravilhosos e enxutos vintes.

É bom realçar isto.

Ah pois é.




Taaaania @ 13:27

Ter, 17/11/09

Já cá não vinha há uma série de tempo mas hoje tinha de vir. Porque ele hoje faz anos. E embora não o confesse, está sempre à espera que eu mostre ao mundo que gosto muito dele. Habitualmente não o faço, para seu grande desgosto. Mas ele sabe que sem ele as coisas não teriam a mesma piada. É o meu betinho, a quem corro para contar as minhas aventuras e principalmente desventuras e a única pessoa neste mundo que tem uma paciência infinita para me aturar as pancas.

Por tudo isso, parabéns. E goza muito porque para o ano mudas de década (e eu não, e eu não, e eu não...) e vais entrar em profunda depressão, eu é que sei !

 

 




Taaaania @ 11:50

Seg, 17/11/08

Eu queria fazer assim uma coisa especial, daquelas de fazer chorar as pedras da calçada (abrir parênteses para reflectir sobre esta maravilhosa e muita estúpida expressão "fazer chorar as pedras da calçada"...mas...mas... fechar parênteses que não tenho muito tempo).

Mas é sempre assim. Quando queremos fazer assim uma coisa muito especial sai uma valente... desilusão. Por isso, cá vai um apelo de simplicidade.

 

Muitos parabéns. Por seres a pessoa que és. Porque quando te digo que és estúpido ou parvo é só inveja de todos que te conhecem te adorarem e a mim não. Ai a tânia é esta ou aquela. Tu não. A ti todos te adoram. E não deve ser o mundo inteiro que está errado. E tens a maior das qualidades. Gostas de mim. Independentemente de tudo o que sou e muito para além daquilo que sou. E alguém que demonstra essa capacidade de amar só merece o meu amor como resposta.

 

 




Taaaania @ 11:40

Seg, 13/10/08

Hoje, só por ser Outono, vou chamar-te "meu amor" 
Contra as regras do que somos, vou chamar-te "meu amor" 
Hoje só por ser diferente te encontrar 

É tanto o fado contra nós 
Mas nem por isso estamos sós 
E embora fique tanto por contar 
Hoje, só por ser Outono, vou... 

Entre dentes, entre a fuga, vou chamar-te "meu amor" 
Enquanto não se encontra forma, vou chamar-te "meu amor" 
Entre gente que é demais e tão pequena para saber 

Que é tanto vento a favor 
Mas tão pouco o espaço para a dor 
Só pode ficar tudo por contar... 
Hoje, só por ser Outono, vou... 

E há flores e há cores e há folhas no chão 
que podem não voltar... 
podes não voltar. 
Mas é eterno em nós 
e não vai sair... 

Desce o tempo e a noite vem lembrar que as tuas mãos também 
já não são de nós para ficar 

Por ser tanto quanto somos 
Certo quando vemos 
Calmo quando queremos 
Hoje, só por ser Outono, vou...

Outono - Tiago Bettencourt & Mantha





depois de ontem ter ouvido um "meu amor" que me derreteu...



Taaaania @ 14:40

Ter, 05/08/08

A vida tem destas coisas. Às vezes aproxima-nos de pessoas improváveis, daquelas que nós nunca esperaríamos. Outras, afasta-nos daquelas que mais nos preenchem o coração. A vida tem-me feito muitas destas ultimamente. Algumas, acabam por ser também vontade minha. Outras, são perdas dolorosas, que nos vão queimando. Outras, nós nem queremos acreditar que estamos a perder. E algumas percebemos que nunca tivemos. Porque, na verdade, nunca nos pertenceram.   

Mas há aquelas que a vida nos rouba apenas porque sim. Talvez não tenha mais ninguém para se divertir, e se divirta assim a afastar pessoas especiais da vida de cada um de nós.

 

A distância tem-nos afastado. A vários níveis. Não tenho a certeza que continuas a cá vir. Mas no fundo tenho. Porque sei que nunca me abandonarias. Mesmo que a vida se esforce por nos afastar. Por isso Parabéns. Porque continuo a pensar muito em ti. E a gostar também. E porque mesmo agora, que as forças me têm faltado um pouco, caminhar contra a distânica é sempre preciso.

 

 

P.S. Este ano não coloco foto porque agora sou famosa. E não me posso expor desta maneira :) ...

 

 

 




Taaaania @ 22:05

Qua, 05/12/07

É assim que se chama esta música. É de Paulo Praça. E vai dedicada direitinha ao Mochinho, que ontem me fez rir e sonhar com uma certa conversa maravilhosa...

 

 
 
Não tenhas medo de caras feias... Eu sou dura mas lá no fundo...

 

 
 
 
 
 




Taaaania @ 17:51

Sab, 03/11/07

Pronto, e porque é uma grande música... E porque é um regresso em grande... E porque eu também gosto muito...

 

 


música: Bruce Springsteen, Radio Nowhere


Taaaania @ 21:23

Sex, 07/09/07

mas ainda vou a tempo de dizer à minha amiga Castora que lhe desejo as maiores felicidades deste mundo.

Entrou um pouco tarde na minha vida. Provavelmente eu não a deixei entrar mais cedo porque não tinha reparado na maravilha de pessoa que ela é. Às vezes o tempo passa e eu esqueço-me de lhe retribuir tudo quanto ela merece. E não lhe respondo às mensagens. Nem às vezes às propostas. Mas aí a culpa é do telemóvel, que anda nas ruas da amargura porque eu agora não lhe ligo nenhuma.

Mas é daquelas pessoas que eu tenho a certeza que vão perdurar na minha vida por muito tempo. Porque é verdadeira como eu gosto. Porque se afirma perante os outros, com a subtileza dos inteligentes. Porque é bem-humorada. Porque vê o lado positivo de todas as situações. Porque sabe dar valor às verdadeiras maravilhas da vida e aos pequenos pormenores. E porque gosta de mim por aquilo que eu sou. Ou melhor, apesar daquilo que eu sou...   

Ela não tem muito tempo para vir cá ao estaminé, provavelmente não o vai ver - pelo menos hoje. Mas como hoje não vou estar com ela, é para ficar a recordação para a posteridade.

E amanhã lá nos vemos na ramboiada...

Com os suspeitos do costume, claro...

 




Taaaania @ 18:14

Ter, 04/09/07

 

Era bom ir ao Continente, ao Pingo Doce ou ao Lidl e ter os Travis a cantar no microfone em vez do habitual "Chama-se um funcionário das bebidas à Caixa 3"...

Eu pelo menos não me importava nada...

 


música: closer, dos travis

mais sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Pessoal porreirinho que já pôs cá os pés
Córaxão?!
Estão nem mais nem menos do que...
online
blogs SAPO